“1º Formação Comunitária” atrai vários líderes comunitários, em Juazeiro.


A União das Associações e Entidades Afins e Líderes Comunitários de Juazeiro-BA (UAMEALCJ), realizou na noite desta terça-feira (03), a “1º Formação Comunitária”.


O evento, que tinha como tema “É preciso formar para transformar”, aconteceu no auditório da Escola Judite Leal Costa (Em frente ao Colégio Paulo VI), e reuniu comunitários de vários bairros de Juazeiro para assistirem as palestras ministradas por representantes da Defensoria Pública e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).


Secretária a UAMEALCJ, a professora Marta nos contou sobre a “Formação Comunitária”: "Nós estamos realizando o 1° Seminário de capacitação para presidentes de associações e líderes comunitários de Juazeiro, porque o nosso objetivo é formar para transformar, para que o líder comunitário, a liderança que está dentro das comunidades, tenha o conhecimento de como conduzir uma associação que muitas vezes eles são eleitos, mas quando chega o momento de exercer a sua função, eles esbarram em questões burocráticas, questões de legalização de entidades, questões cartoriais, e até capacitar os comunitários em questões de criações de projeto de captação de recursos para suas próprias comunidades. Como muitos não tem esse conhecimento, eles acabam sendo manipulados por pessoas, entidades, políticos e pessoas que queiram utilizá-las como massa de manobra. Nosso objetivo é capacitar o líder comunitário para que ele possa caminhar com suas próprias pernas.


O senhor Anersino Pereira foi o idealizador da “1º Formação Comunitária”. Ele nos falou sobre a inspiração para criar o evento: “Primeiro a indignação em ver como o comunitário é rejeitado, como a comunidade avalia o comunitário, eu já vi até a própria imprensa se referir ao comunitário de forma pejorativa e isso me deixava inquieto. A nossa intenção é fazer com que aumente o controle social através do conhecimento. [...] Embora as associações sejam independentes e tenham seus projetos, elas acabam ficando ‘emperradas’ diante de questões burocráticas, como por exemplo: Cartórios. Hoje eu não acredito que uma associação consiga sobreviver diante dos autos custos cartoriais e apesar de estar na lei que toda entidade sem fins lucrativos tem os seus custos cartoriais gratuitos, a gente se depara com o valor aproximado de 1 mil reais, para legalização dessas entidades. De onde a entidade vai conseguir este valor, se a participação da população ainda é pouca e eles não contribuem para conseguir este valor? Fora os outros custos.


Hoje, a UAMEALCJ está dando um grande passo na cidade de Juazeiro. A UAMEALCJ veio para trazer a união de todos os presidentes de associação, pois nós realmente precisamos entender o estatuto, entender as leis e tudo aquilo que um presidente de bairro precisa entender. A UAMEALCJ está dando este primeiro passo”, disse o senhor José Humberto, comunitário do bairro Alto do Cruzeiro.


Essa reunião é de uma importância fundamental para a comunidade de Juazeiro, porque se trata do processo de capacitação de suas lideranças comunitárias e isso, de certa forma, torna mais legítima a luta social dessas pessoas que precisam se capacitar, precisam buscar, não apenas uma orientação jurídica, mas o engajamento entre eles, para conseguir as conquistas que eles precisam para a nossa sociedade”, afirmou o representante da Defensoria Pública e um dos palestrantes da noite, o Dr. André Lima Cerqueira.


A próxima etapa da “Formação Comunitária”, acontece na próxima sexta-feira (06), a partir das 19h, no auditório da Escola Judite Leal Costa, mas dessa vez, as palestras serão realizadas por representantes do Ministério Público do Estado (MPBA) e de Professores da Univasf e Uneb.




Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087