A pedido de Renan, TCU libera auditoras 'linha-dura' para CPI





O TCU (Tribunal de Contas da União) liberou, nesta segunda-feira (3) duas auditoras consideradas "linha-dura" para atuar na CPI da Covid, no Senado Federal. Ambas integram a equipe de Controle Externo do Tribunal.


Responsáveis pela maioria dos documentos do Ministério da Saúde relativos à compra de insumos, equipamentos e remédios, Deane D'Abadia Morais e Sorhaya Sampaio de Araújo vão atuar nas investigações do Parlamento acerca dos gastos do governo federal, estados e municípios na pandemia. Detalhe: trata-se de um pedido do relator Renan Calheiros (MDB-AL).


Da redação com informações em R7 Comente e Compartilhe!