Academias em Petrolina são interditadas por falta de alvará e profissionais habilitados



A Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS) e o Conselho Regional de Educação Física interditaram duas academias nessa última semana e outras quatro foram notificadas e três tiveram que baixar as portas até a chegada de um profissional de Educação Física, divulgou em nota a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Petrolina.


Entre as irregularidades encontradas estavam a não apresentação de um responsável técnico, o profissional precisa estar no local durante o período que estiver em funcionamento, algumas academias não estavam com a licença sanitária em dia e não tinham atestado do corpo de bombeiros e de dedetização. Além disso, as condições de higiene dos locais também levaram às notificações.

As academias de ginástica em Pernambuco retornaram desde o dia 1° de abril e devem seguir as determinações e orientações do Governo do Estado com relação ao decreto devido à pandemia assim como as regras de funcionamento já aplicadas.


De acordo com o diretor-presidente da AMVS, Marcelo Gama, as academias foram notificadas e precisam cumprir as exigências da Vigilância, já as que sofreram autos de infrações têm 15 dias para ingressar com a defesa junto à Vigilância. "A partir daí, após um parecer jurídico, a academia poderá ser multada ou não”, completou.


A população também pode ajudar a Vigilância Sanitária no trabalho de fiscalização através de denúncias que podem ser feitas pelo número da Ouvidoria, 156. A Agência está localizada na Rua das Camélias, nº 73, Dom Malan e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h.


Iana Lima - Jornalista

Foto e informações Ascom PMP

Comente e Compartilhe!