Além de filme, cineasta bolsonarista vai lançar livro sobre manifestações de 2013


O cineasta Josias Teófilo pretende lançar um livro sobre as manifestações de 2013. A ideia, segundo ele, é abordar os "desdobramentos culturais e políticos das Jornadas de Junho de 2013, que culminaram na eleição de Jair Bolsonaro a presidente da República".


Além de livro, a ideia também inspirou um filme, que ele espera finalizar ainda este ano. O longa "Nem Tudo se Desfaz" foi viabilizado por meio de um financiamento coletivo, já que o presidente vetou o aporte liberado para captação pela Agência Nacional do Cinema (Ancine), de R$ 530,1 mil.


"Pensei que o meu filme ia para o brejo depois das declarações do presidente. Achei que todos os patrocinadores iam cair fora", lembrou Teófilo em entrevista à coluna de Mônica Bergamo, na Folha de S. Paulo. Ele disse que soube da decisão do governo através de uma ligação do assessor de Bolsonaro, que o sugeriu o crowdfunding.


Mas, no fim das contas, Teófilo avalia que a repercussão foi positiva. "Acho que terminou dando tudo certo: ganhei publicidade e acabamos nos descolando do presidente. Muita gente achava que era um filme governista, e não é", ressaltou. O mesmo aconteceu com “O Jardim das Aflições”, seu documentário sobre o astrólogo Olavo de Carvalho.


Para ele, o filme lançado em maio de 2017 foi promovido "de uma forma espetacular" pelos protestos que tentaram barrá-lo. "Eles foram meus assessores de imprensa", avaliou.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087