Após morte de PM em Salvador, Deputado Federal se pronuncia sobre o caso



Após o Policial Militar que teve um suposto e declarado surto psicótico, no Farol da Barra, no domingo (28), ser baleado e morto por colegas, o Deputado Federal Coronel Tadeu (PSL), se pronunciou através de um vídeo sobre o caso.


Durante a sua fala, o coronel demonstrou estar insatisfeito com a condução e desfecho do caso e cobra a investigação. “O Policial que foi morto não estava com suas condições mentais perfeitas e cometeu aquele ato. Os agentes de segurança tem cumprido ordens ilegais de Governadores comunistas. O Wesley, a todo tempo, gritava que entrou na policia para prender quem comete crimes e não trabalhadores que estão atrás do seu sustento.”, disse Tadeu.


Seguindo as críticas aos envolvidos na ocorrência, o Deputado também criticou a atuação dos policiais que estavam negociando com Wesley.


“Total despreparo dessa tropa. A ordem de atirar foi absurda e a negociação era pra ter durado o tempo que fosse, até ele cair na real. Executaram esse PM. E, provavelmente, tenha sido alguma ordem, ordem essa absurda. Quem deu a ordem para atirar? Era um ótimo policial, que surtou e foi morto pelos próprios colegas. E me desculpe o comandante geral da PMBA, mas renuncie ao seu comando, pois o senhor não tem condições morais, para comandar a Polícia Militar da Bahia. Assassinou um policial militar, sem necessidade”, continuou o Coronel.


Confira o Vídeo completo abaixo:




Fonte: Fonte Redação Cartaz da Cidade

Por: Caíque Lima


Faça o login e deixe seu comentário no rodapé de nossas matérias. O CARTAZ DA CIDADE agradece por sua participação.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

Marca_CaJú_PNG.png

© 2018-2021. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

R. Argentina, 43, Sta. Maria Goretti,

Juazeiro - Bahia - Brasil 48.904-281