Após prisão, vice-presidente do PSL irá solicitar expulsão do deputado Daniel Silveira do partido



A ordem da prisão do parlamentar bolsonarista foi proferida na noite de ontem (16), após o parlamentar divulgar um vídeo com discurso de ódio contra os integrantes da Corte

Após ter prisão decretada, o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) deve ser expulso do partido. A pedido do vice-presidente da legenda, Júnior Bozella (PSL-SP), o requerimento será enviado hoje à Executiva nacional. A informação é da coluna de Chico Alves, do portal UOL.

A ordem da detenção de Silveira foi proferida na noite de ontem (16), após o parlamentar divulgar um vídeo com discurso de ódio contra os integrantes da Corte. Ele, que já é alvo do inquérito que apura o financiamento de atos antidemocráticos, publicou um vídeo com ofensas, ameaças e pedido de fechamento do Supremo.

Bozella afirmou estar "envergonhado" e classificou o político como "criminoso travestido de deputado". Segundo ele, as atitudes do integrante do partido "não representa o caráter da maioria do povo brasileiro" e, por isso, acredita que a Câmara dos Deputados "precisa dar uma resposta à altura e frear os arroubos autoritários do bolsonarismo".

O vice-representante do PSL acredita que o requerimento, que será apresentado junto com o deputado Marcelo Freitas (PSL-MG) terá ao menos seis assinaturas.



Fonte: Metro1


Sua opinião é importante para nós. Faça o login e deixe seu comentário no rodapé de nossas matérias. O CARTAZ DA CIDADE agradece por sua participação.