Após saída da Ford, Caoa admite interesse no complexo industrial de Camaçari


O grupo tentou acertar com a Ford Caminhões para assumir a finada fábrica do ABC em 2019.

Após a Ford encerrar a fabricação de carros no Brasil, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, chairman do grupo Caoa e maior revendedor da empresa do país, revelou ao UOL Carros que tem interesse no complexo industrial de Camaçari. A Caoa tentou acertar com a Ford Caminhões para assumir a finada fábrica do ABC em 2019.


"Sempre tenho interesse em novos negócios, mas é preciso analisar todo o processo porque não queremos desgastar a nossa imagem. E só iremos para frente se eu sentir muita segurança", afirmou Carlos. "O governo também precisa dar condições de trabalho".


O chefe do grupo falou que tudo pode acontecer, pois considera bastante os incentivos fiscais do regime automotivo do Nordeste, prorrogado até 2025. Mas tudo, por enquanto, é uma hipótese.


Fonte: Metro1



Sua opinião é importante para nós. Faça o login e deixe seu comentário no rodapé de nossas matérias. O CARTAZ DA CIDADE agradece por sua participação.