Aras se reúne com petistas no Senado em busca de apoio para PGR.


Escolhido por Jair Bolsonaro (PSL) para ser o novo chefe da Procuradoria Geral da República (PGR), Augusto Aras reuniu-se nesta quarta-feira (11) com senadores da bancada do PT para pedir o apoio da oposição ao seu nome.


O indicado será sabatinado nas próximas semanas na Comissão de Constituição e Justiça. De acordo com a coluna Radar de Veja, senadores petistas, incluindo o ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) sabatinaram informalmente o indicado de Bolsonaro.


Para conseguir o apoio de Bolsonaro, o procurador teve que provar que não tinha colorações partidárias, incluindo o vermelho petista.






Fonte: Bahia Notícias