Arco da ponte, em Juazeiro, amanhece pichado com ameaças contra Waltermário Pimentel.

Em uma das pichações estava escrito “Waltermário Bocão, você vai ser o próximo”.

Nesta sexta (27), um dos arcos da ponte Presidente Dutra, em Juazeiro, foi encontrado pichado com supostas ameaças ao radialista Waltermário Pimentel. Dentre as marcas feitas, uma delas diz: “Waltermário bocão, você vai ser o próximo”.


Waltermário é uma das testemunhas no inquérito que, segundo denúncia feita pelo Ministério Público, aponta o envolvimento do diretor do SAAE Joaquim Medeiros Neto, no assassinato do ex-coordenador da Defesa Civil, Adalberto Gonzaga.


De acordo com o inquérito, Adalberto Gonzaga teria conversado com Waltermário momentos antes de sua morte, que ocorreu em frente a sua residência. Nesta conversa, Adalberto teria feito denúncias à cerca de desvios de verba no SAAE. O montante chegaria aos R$ 6 milhões.


Após Joaquim Medeiros ter sido denunciado pelo Ministério Público, na última quarta (25), a direção do SAAE divulgou uma nota dizendo que Joaquim estaria indignado com o envolvimento de seu nome no inquérito e afirmou que a peça acusatória se baseou em um boato espalhado pelo jornalista Waltermário Pimentel. (Veja aqui)


Já Waltermário, divulgou uma nota na quinta-feira (26) dizendo que Joaquim Medeiros teria "fabricado uma nota nas veias do rancor" e que ambos iriam resolver essa questão na justiça. (Veja aqui)


Vale ressaltar que o Prefeito de Juazeiro, Paulo Bomfim, e outros 20 vereadores da Câmara Municipal, emitiram nota apoiando o diretor do SAAE, Joaquim Medeiros