Artista plástico, socialista, Ledo Ivo, é preso por agredir mulher.


No ultimo domingo (30/06), em Juazeiro, o artista Ledo Ivo foi preso sob acusação de agressão à sua companheira. Segundo informações, essa não seria a primeira vez que o escultor teria cometido esse tipo de delito, o que nos leva a imaginar o porquê das denúncias e/ou investigações não terem sido realizadas de forma a evitar que esse tipo de situação fosse recorrente.

Nas suas redes sociais, principalmente na sua página do Facebook, o artista exalta o seu amor pelo condenado por corrupção, Luiz Inácio Lula da Silva, destila ataques contra o Ministro da Justiça, Sérgio Moro, e, de maneira totalmente leviana, diz que a facada no, então, candidato Jair Bolsonaro não passou de uma fake news. Não é de se estranhar que, para alguém que faz o que ele faz, os fatos sejam tratados como imaginação e a realidade seja posta em cheque por ideias que, como diz a famosa música, só existem em sua cabeça.

Para quem não sabe, Ivo foi o responsável por algumas das obras de 'arte' mais polêmicas dos últimos tempos, em Juazeiro, sendo a de motivo de maior chacota um ovo rosa gigante, que hoje está situado no contorno do bairro Lomanto Júnior. Quando inaugurado, esse objeto pitoresco logo caiu nas graças dos comentários dos moradores da cidade, assim como foi alvo de chacota nas mais diversas redes sociais. 

A pergunta que a prefeitura, assim como o seu artista preferido, poderiam responder seria: Quanto de dinheiro público foi investido nessa empreitada? Não que sejamos contra às manifestações artísticas, muito pelo contrário. Só que com tantas necessidades básicas que são deixadas de lado por essa gestão comunista, mais preocupada em aumentar os impostos a cada dia, não é de estranhar que o primordial foi há tempos esquecido.

Essa é a moral que situa boa parte do ambiente esquerdista: dinheiro público sendo usado ao bel prazer da máquina estatal e de interesses partidários, além de condutas moralistas nas redes sociais e comportamento criminoso na vida real. Nunca fez tanto sentido o ditado “Quem não teto de vidro, que atire a primeira pedra”.




Fonte: ACONS Juazeiro

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087