Aulas Remotas: Preparação e adaptação ao novo ensino escolar durante a pandemia, em Juazeiro



Colégios particulares já iniciaram as aulas, mas o ensino municipal começará no dia 12 de abril.

Já tem um ano que estamos vivendo uma nova rotina. A pandemia do novo coronavírus fez com que as escolas se adaptassem à nova situação. Após um 2020 sem planejamento, em 2021, os profissionais de educação de Juazeiro realizaram capacitações para se adequarem ao novo sistema de aulas e os pais precisarão acompanhar, de perto, esse novo sistema.


Maria Aucilânia, é mãe da pequena Maria Alice de 8 anos. Ela diz que a filha teve dificuldades no ano passado para se adaptar ao ensino remoto, pois a menina nunca teve aula à distância. “Desde quando começou a pandemia, há um ano, a antiga escola em que estudava, teve que se adaptar e, para isso, levou um tempo, porque era tudo novo. Podia ser que as aulas retornassem, mas, até então, era tudo desconhecido”, afirma Aucilância.


Para a estudante, que tinha contato com os colegas na sala de aula e brincava no intervalo, no início, foi estranho. A mãe explica que a filha não tinha incentivo em estudar à distância e sentia saudades dos amigos na sala de aula. “Devido ao fato de ter sido o primeiro ano dela com aula remota, não se sentia muito incentivada, pra ficar em frente ao aparelho eletrônico”, diz Maria. Em 2021, Maria Alice chegou empolgada para estudar mesmo à distância, pois ela é muito participativa nas aulas. Cursando o 3º ano do ensino fundamental I, a menina vem se adaptando às aulas remotas. “Graças a Deus esse ano ela voltou mais empolgada, não reclamou até agora de passar o tempo todo em frente ao computador e ela vem interagindo bem com a professora e os colegas”, relata a mãe, durante a nossa conversa.



Aline Souza, é professora de Maria Alice e conta sobre a adaptação e o desafio para o novo ensino de aulas. “O maior desafio para as aulas remotas foi buscar recursos, para que os alunos aprendam à distância e para sanar as dificuldades que encontramos no decorrer das aulas e durante as explicações dos conteúdos”, disse a professora. A profissional de educação relata que nem todos os estudantes interagem, mas que sempre devem ter um olhar diferenciado para aqueles quietinhos. “É preciso estar dialogando com eles e perguntando: 'Maria', entendeu? Tem alguma dificuldade? 'João', essa questão número 2, você pode estar me respondendo? É assim que todos vão interagindo”, conclui a professora.


Aucilância conta que o maior desafio é estar incentivando a filha a estudar com o ensino à distância. “Incentivar ela, é a maior dificuldade até agora sempre acompanho, coloco ela em um local onde eu possa estar atenta, observando o que a professora está falando, tirando as dúvidas dela”. E para concluir, ela é sincera em suas palavras: “as aulas remotas jamais irão retirar a importância das aulas presenciais, muito menos o acompanhamento dos pais na educação escolar de seus filhos”.


O ensino municipal ainda não começou, mas a Secretaria de Educação realiza capacitações para seus profissionais, objetivando o melhor uso das tecnologias durante as aulas. Uma série de formações virtuais, destinadas aos profissionais da Rede Municipal, estão sendo realizadas com o tema “O uso da Tecnologia Digital na Prática Pedagógica”. Professores, gestores, coordenadores pedagógicos e secretários escolares, estão participando. Até o momento, mais de dois mil profissionais da educação já participaram dessas formações.



A rede municipal tem cerca de 35 mil alunos matriculados, em 135 prédios de ensino, na cidade de Juazeiro. De acordo com a Secretária de Educação, Normeide Almeida, as aulas retornarão no dia 12 de abril, quando se iniciará o ano letivo 2021, de forma remota. “As atividades acontecerão em momentos síncronos (aulas virtuais em tempo real, onde há interação entre os participantes de maneira simultânea) e assíncronos (o conteúdo é gravado e disponibilizado em uma plataforma, para acesso do aluno no horário que melhor o convir)”, explica Normeide.


Para que todos os alunos tenham acesso as aulas e atividades, a prefeitura municipal vem articulando compra de equipamentos e fala sobre o uso do meio digital que será utilizada.


“A plataforma que será utilizada nas aulas remotas está sendo adequada, a fim de garantir o uso intuitivo da ferramenta tecnológica. Na plataforma, os pais também terão orientações sobre como auxiliarem os filhos no desenvolvimento das atividades”, afirma a Secretária de Educação.


Fonte: Redação Cartaz da Cidade


Sua opinião é importante para nós. Faça o login e deixe seu comentário no rodapé de nossas matérias. O CARTAZ DA CIDADE agradece por sua participação.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

Marca_CaJú_PNG.png

© 2018-2021. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

R. Argentina, 43, Sta. Maria Goretti,

Juazeiro - Bahia - Brasil 48.904-281