Bahia: estudantes de Juazeiro produzem livros que relatam os sentimentos durante a pandemia



Quinze estudantes membros do clube de Leitura do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães em Juazeiro, região norte da Bahia, produziram um livro com 142 páginas contendo poemas, cartas e relatos do cotidiano desses jovens de acordo com informações da assessoria de comunicação da Secretaria de Educação da Bahia.


A obra “Produtos da (in) existência” foi publicada pela Editora Oxente organizada pelo professor Amarildo Malvezzi com pitadas de influência dos poetas Lord Byron, Charles Baudelaire, Álvares de Azevedo e Carlos Drummond de Andrade.


São temas delicados que permeiam as mentes dos alunos durante a pandemia, como isolamento, tensão, dor, insegurança e medo. Esse grupo de estudantes encontrou uma válvula de escape e publicou um livro "maduro, denso, forte e repleto de poesia", afirma nota.


O organizador da publicação, o professor Amarildo Malvezzi, diz que os textos versam sobre os diversos dilemas da pandemia, como as tensões e as conexões entre experiências biográficas e coletivas. “Os textos estão entre a fé no progresso da humanidade e a descrença diante da barbárie; entre o isolamento social, ainda que passageiro, e a solidão existencial, quase atemporal. A obra é um experimento artístico e um ensaio político”, disse.


O estudante Gustavo Muniz, de 18 anos, um dos escritores que usou a arte como um processo terapêutico. “No final do Ensino Fundamental, estava passando por alguns problemas e a escrita me ajudou bastante. Falei sobre os temas que estavam pertinentes dentro de mim, sejam a raiva, a tristeza, a indignação e o medo. Muitos de nós usamos o livro não só como um projeto, mas também como uma forma de sobreviver a este momento. O nosso livro é resistência``, revelou.


As páginas receberam ilustrações que representam a imagem de cada relato com influências do Surrealismo e do Expressionismo e de autoria das estudantes Beatriz Ferreira e Andréia Ferreira que também contribuíram nos textos. Os outros estudantes autores foram: Bruna Barbosa, Bruna Letícia, Dominique Diaz, Émille Luana, Gustavo Muniz, Kennedy, Luana Milena, Leidy Brunna, Lucas Gabriel, Maria Fernanda, Mayla Dias, Nívia Joanna, Ryu Freitas e Tatyanna Soares.


Eixos


A produção foi dividida em cinco eixos - “Livro da Vida Interior”, “Livro da Vida Coletiva”, “Livro dos Afetos”, Livro da Sobrevivência e “Aos que Virão Depois de Nós”.


Acesse o livro aqui em: https://bit.ly/3tjLZ1H


Iana Lima - Jornalista

Foto divulgação Ascom Educação Bahia

Comente e Compartilhe!