Bahia vence o Nacional-PAR, abre vantagem e faz as pazes com a torcida na Fonte Nova.





O Bahia venceu o Nacional do Paraguai por 3 a 0 na noite desta quarta-feira (12), na Arena Fonte Nova, pela primeira fase da Copa Sul-Americana. Gilberto, Gregore e Élber marcaram os gols do Esquadrão de Aço.


Com o resultado, o Tricolor pode até perder por dois gols de diferença na partida da volta, marcada para o dia 26 de fevereiro, às 19h15, no Paraguai. Antes disso, neste sábado (15), o time volta a campo para enfrentar o Ceará pela Copa do Nordeste.


O JOGO


Quem começou causando perigo foi o Nacional. Após cruzamento de Beltrán, Juninho rebateu e Zaracho pegou de primeira. A bola passou ao lado da meta defendida por Anderson, escolhido para ser titular no lugae de Douglas.


Ao 13 minutos, Costa avançou em velocidade e fez fila na defesa do Bahia. Ele finalizou rasteiro, mas o goleiro Anderson evitou o gol do Nacional. Com 18, o Esquadrão tentou com Élber. O camisa 7 recebeu de Clayson na entrada da área e bateu com o pé direito. A bola passou por cima.


Aos 33, Gilberto brigou com a defesa, ficou com a bola e chutou para rebatida do goleiro Espinola.


Gilberto abre o placar na Fonte


O Esquadrão de Aço abriu o placar do jogo aos 39 minutos. Rossi tabelou com Flávio e cruzou rasteiro para Gillberto completar.


Gregore marca o segundo


Não demorou e o Bahia conseguiu ampliar. Com 41, Gregore aproveitou sobra na entrada da área e bateu colocado, com categoria, sem dar chances a Espinola. O primeiro gol do volante com a camisa tricolor foi motivo de festa para o restante do grupo.


Segundo tempo


Élber faz o terceiro

Aos quatro minutos, Clayson fez um belo lançamento para Gilberto, que dominou na área e finalizou com desvio de Espinoza. Na sobra, Élber colocou na rede.


O Esquadrão de Aço seguiu em busca dos gols. Pela direita, Rossi tocou para o meio da área em busca de Gilberto, mas o camisa 9 não conseguiu alcançar.


Aos 17, Juninho Capixaba recebeu em profundidade e tocou para o meio da área com direito a desvio de Espinoza.


A defesa do Nacional se atrapalhou, mas conseguiu afastar.


Com uma boa vantagem no placar, o Bahia se segurou um pouco enquanto o Nacional do Paraguai tentava recuperar o prejuízo, mas não conseguiu causar grandes perigos até os 39 minutos, quando Villagra recebeu cruzamento de Benítez e chutou ao lado da meta de Anderson.





Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087