Bolsonaro age em articulação para colocar filho Eduardo na liderança do PSL na Câmara.



Uma articulação entre os deputados ligados ao presidente Jair Bolsonaro (PSL) tenta colocar o filho do chefe de Estado, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), como líder da legenda na Câmara dos Deputados, segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo. O próprio pai, segundo a publicação, estaria envolvido na negociação.

De acordo com a coluna, os deputados estão colhendo assinaturas para que Eduardo assuma o posto, atualmente ocupado por Delegado Waldir, que teria que ser derrubado. Ele lideraria os deputados federais do PSL até dezembro, quando então, se aprovado para o cargo de embaixador em Washington, se mudaria para os Estados Unidos. 

Ainda conforme a publicação, dois parlamentares que estão insatisfeitos com a movimentação disseram à coluna que um dos deputados que esteve com Bolsonaro chegou a gravar o presidente.

Na suposta conversa gravada, ouvida por oito deputados, ele teria pedido a um parlamentar para assinar a lista com o argumento de que o líder define mais de cem cargos e influencia na distribuição de recursos do fundo partidário.

Faltariam algumas assinaturas para Waldir ser destituído. A abordagem feita por Bolsonaro está sendo encarada como uma ameaça, conforme a colunista.

O deputado Junior Bozzella (PSL-SP) não confirmou a existência da gravação, mas indicou que a articulação existe. "É muito ruim nesse momento o presidente interferir na discussão da liderança do partido. Há um toma lá, dá cá. Isso mostra que o Planalto não tem intenção de pacificar o partido. A luta, está clara, é pelo poder", argumenta Bozzella.




Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087