Bolsonaro autoriza a criação do novo Bolsa Família



O governo Bolsonaro já planeja um novo programa social que substituirá o Bolsa Família. O Renda Cidadã assumirá o lugar do antigo e reprovado pelo presidente, Renda Brasil. Há uma estimativa de que o valor pago ao beneficiário seja o mesmo do auxílio emergencial de R$ 300, que termina em dezembro. As informações são do portal IG.


De acordo com a publicação, o Renda Cidadã precisará de R$ 30 bilhões para atender as 10 milhões de famílias beneficiadas. Entretanto, ainda não se sabe qual será a fonte dos recursos que o governo usará para tocar o programa.


Ainda segundo o IG, Bolsonaro deu o aval para que o programa fosse criado na última quarta-feira (23). O presidente teria pedido que o parlamentar Márcio Bittar (MDB), relator da PEC do Pacto Federativo, apontasse qual seria a fonte dos recursos no relatório.


Bittar não revelou qual será a fonte de recursos, mas afirmou que será necessário cortar gastos para que ter uma economia de R$ 30 bilhões para a execução do programa.


O montante vai depender do valor do benefício. Bolsonaro pretende manter o novo valor do auxílio emergencial de R$ 300, que termina em dezembro.


Fonte: Politica ao vivo