Bolsonaro nomeia braço direito de Ramagem para comando da Polícia Federal

Rolando Alexandre de Souza era secretário de Gestão e Planejamento da Abin e é tido como o braço direito de Alexandre Ramagem, diretor-geral da instituição e primeira escolha de Bolsonaro para comandar a PF



O presidente Jair Bolsonaro nomeou o delegado Rolando Alexandre de Souza para o cargo de diretor-geral da Polícia Federal.


Souza era secretário de Gestão e Planejamento da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e é tido como o braço direito de Alexandre Ramagem, diretor-geral da instituição e primeira escolha de Bolsonaro para comandar a PF.


A nomeação de Souza foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União nesta segunda-feira.

Bolsonaro havia anteriormente indicado Ramagem, mas anulou o ato depois que o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a nomeação horas antes da posse, na semana passada.

Moraes se baseou em denúncias feitas pelo ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, de que Bolsonaro queria interferir em investigações da PF. Ramagem é próximo da família Bolsonaro.

Nos últimos dias, temia-se que Bolsonaro esticasse mais a corda e renomeasse Ramagem. Mas o presidente, que já disse que Ramagem foi injustiçado e que insistiria na escolha, resolveu nomear uma pessoa próxima a ele.



Fonte: Valor Investe