Bolsonaro zera impostos federais sobre diesel e gás de cozinha



Medida sobre o diesel vale para março e abril; sobre o gás de cozinha não há prazo de validade estipulado e vale para recipientes de até 13 quilos

O presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) editou ontem (1º) um decreto que zera os impostos de PIS-Confins sobre o diesel e o gás de cozinha. A decisão foi publicada em edição extra no Diário Oficial da União (DCU).

De acordo com a Secretaria-Geral, a medida sobre o diesel vale para março e abril e sobre o gás de cozinha não tem um prazo de validade estipulado e vale para recipientes de até 13 quilos. O preço do diesel S-10, segundo dados da Petrobras é 9% composto pelos impostos federais e do gás de cozinha, 3%.


Diesel:

49%: custo do combustível na Petrobras; 15%: distribuição e revenda; 14%: ICMS (imposto estadual); 13%: custo do biodiesel; 9%: impostos federais (Cide-Combustíveis), PIS/Pasep e Cofins.


Gás de cozinha:

47%: custos do próprio gás; 35%: custo de distribuição e revenda; 15%: ICMS, imposto estadual; 3%: impostos federais (PIS/PASEP e Cofins).


Para a medida provisória se tornar uma lei definitiva, ainda precisa da aprovação do Congresso Nacional.



Fonte: Metro1


Sua opinião é importante para nós. Faça o login e deixe seu comentário no rodapé de nossas matérias. O CARTAZ DA CIDADE agradece por sua participação.