Camas das Olimpíadas de Tóquio serão de papelão


As camas das Olimpíadas do Japão serão feitas de papelão, confirmou a organização da Tóquio 2020. Segundo os organizadores, os leitos são sustentáveis e mais resistentes do que a madeira, mas alguns veículos afirmam que o móvel foi planejado para reduzir o sexo na Vila Olímpica durante os jogos. Felizmente, a informação não é verdade: as camas aguentam atividade sexual (e até melhor do que as normais, de madeira).


A vida sexual dos atletas durante o período olímpico se tornou bastante comentada nas redes sociais e na imprensa durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. " Linchada por imprensa e ‘haters’ por transar nas Olimpíadas", saltadora brasileira conta sua versão ao UOL.


Cama nas Olimpíadas não vai impedir atividade sexual entre atletas.


As limitações para visitas sexuais dentro da Vila Olímpica faz parte das medidas contra a disseminação da covid-19 durante os Jogos. Mesmo com muitas medidas para evitar a contaminação de atletas, imprensa e equipes – como exigência de testes para entrada no país, quarentena, distanciamento social entre esportistas e jornalista -, aparentemente, os jornalistas acreditavam que a organização do maior evento esportivo do mundo deseja conter esse método de contaminação.


Apesar disso, as Olímpiadas já haviam anunciado em janeiro que iriam utilizar as camas de papelão e, segundo mostram estudos, os leitos resistem a uma boa ação.


Com informações da UOL

Comente e Compartilhe!