Campanha da OAB/BA pede retorno das atividades presenciais do Tribunal de Justiça da Bahia




A entidade alega que o trabalho remoto do órgão vem trazendo prejuízos aos advogados e a sociedade


A Ordem dos Advogados do Brasil / Seccional Bahia lançou, recentemente, uma campanha solicitando a volta do trabalho presencial no Tribunal de Justiça do estado e o acesso da advocacia aos magistrados. Serão utilizados outdoors, anúncios, redes sociais, cartazes, dentre outras mídias, para chamar atenção sobre estes pontos fundamentais para a prestação jurisdicional.


A campanha argumenta que, desde o início da pandemia, os problemas de atendimento à classe vêm se agravando e muitos advogados estão encontrando dificuldades para dar encaminhamento aos seus processos, realizar audiências e ter contato com a magistratura.


O presidente em exercício da OAB- Subseção de Juazeiro-BA, Rubnério Araújo Ferreira, explicou que a celeridade dos processos é prejudicada, já que os profissionais não tem acesso aos juízes. “Em algumas situações, é preciso despachar com o magistrado e a consequência é morosidade de algo que poderia ser feito em menos tempo. Os cartórios também exigem documentos assinados pelos servidores que só a vara pode fornecer, e o prédio fechado fica inviável”, declarou.


Rubnério Ferreira ainda comenta que outros tribunais retornaram, parcialmente, as atividades e seguindo protocolos para prevenção à Covid-19. Na cidade de Petrolina-PE, por exemplo, o TJ está funcionando sob agendamento e a Justiça do Trabalho já tem audiência presencial.




Fonte: Redação Cartaz da Cidade



Sua opinião é importante para nós. Faça o login e deixe seu comentário no rodapé de nossas matérias. O CARTAZ DA CIDADE agradece por sua participação.