Capitão Alden invade Hospital Riverside armado e provoca confusão na unidade



O deputado estadual Capitão Alden (PSL) invadiu o Hospital Riverside na manhã desta quarta-feira (17) e provocou confusão nas imediações da unidade, inclusive com a presença de unidades policiais. Segundo o relato da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), o parlamentar acompanhado por seguranças armados encontra-se no pátio que dá acesso a todos os quartos sem, no entanto, ter tido contato com pacientes internados na unidade de saúde, voltada para atendimentos para vítimas da Covid-19.

Segundo o Bahia Notícias, a assessoria de Alden nega que tenha havido a invasão. Em contato com o site, um dos assessores do deputado aponta que ele foi até o Hospital Riverside buscar informações sobre o contrato de gestão da unidade, após “supostas irregularidades”. “Ele está cumprindo o papel dele como deputado estadual, de fiscalizar os atos do governo”, informa o parlamentar.


De acordo com a Sesab, o pátio em que o deputado aguarda a resolução do imbróglio fica dentro da unidade de saúde, uma espécie de antessala para o acesso aos quartos – o hospital foi transformado recentemente para receber pacientes, após funcionar como um hotel e ser integrado ao patrimônio do estado.


Após a invasão do espaço, representantes da unidade hospital, da Sesab e, por determinação do comandante-geral da Polícia Militar, Anselmo Brandão, equipes da PM encontram-se no Hospital Riverside para tentar evitar o acesso a outras dependências da unidade.


Em nota a Secretaria Estadual da Bahia informou nesta quarta-feira (17) que o deputado estadual Capitão Alden (PSL) ameaçou dar voz de prisão e permitiu que sua equipe violasse a intimidade de uma paciente com coronavírus em sua visita não autorizada às dependências do hospital que fica localizado em Lauro de Freitas. 


Segundo a gestão estadual, o deputado entrou na unidade que é área de isolamento respiratório e onde visitas e acompanhantes são proibidos. Na sua tentativa de acessar o local, o deputado teria ameaçado profissionais da unidade de dar voz de prisão e demonstrava estar armado.


Um dos seguranças do parlamentar posicionou-se na porta de um dos quartos, tendo acesso a uma paciente com as partes íntimas expostas devido ao banho no leito.


“É lamentável que o deputado e os seus seguranças coloquem em risco a própria saúde, sob risco de serem infectados com à Covid-19, bem como a de pacientes e profissionais”, destacou o secretário estadual de saúde Fábio Vilas-Boas, em uma rede social, em que compartilhou um registro em que Alden tenta convencer profissionais do hospital de que entraria na unidade.


O parlamentar tem dedicado as últimas semanas para visitar hospitais de campanha e analisar compras do governo do estado durante a pandemia de coronavírus. Nas redes sociais, o deputado tem denunciado supostas irregularidades nos contratos da Sesab. 


Um boletim de ocorrência foi registrado para a apuração da conduta do parlamentar. Alden não foi localizado para comentar as informações do governo do estado. 


Veja abaixo o vídeo que o Secretário de saúde Fábio Vilas-Boas postou na sua conta do Twitter:

Fonte: Bahia Notícias


Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087