Caso Henry: Polícia prende acusados de matar criança de 4 anos




A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na manhã desta quinta-feira (8), a mãe do menino Henry Borel, Monique Medeiros, e o padrasto dele, o médico e vereador, Jairinho (Solidariedade). Eles são os principais suspeitos pela morte do garoto de 4 anos há um mês.


Henry morreu na noite do dia 8 de março após chegar ao hospital com dificuldades para respirar, segundo o laudo do IML (Instituto Médico Legal). Ainda de acordo com informações do IML, os ferimentos que causaram a morte foram feitos por uma ação violenta.





Da redação/ Kelly Cristina com informações do R7.com