CCJ do Senado aprova texto-base da proposta de reforma da Previdência.


A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou, por 17 votos a 9, o texto-base da proposta de reforma da Previdência. Mas ainda é necessário analisar os chamados destaques, pedidos para votação em separado de trechos específicos do projeto. Só depois desta fase é que a reforma poderá seguir ao plenário do Senado.

Depois disso, a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) da restruturação nas regras de aposentadoria segue para votação no plenário do Senado, o que deve acontecer ainda nesta terça-feira (1). O líder do governo na Casa, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), espera que a votação no plenário comece por volta das 16h e se encerre na madrugada, mas isso depende de acordo com líderes, o que ainda não foi firmado.

Para aprovar a PEC, o relator, Tasso Jereissati (PSDB-CE), fez concessões ao analisar o projeto. Considerando apenas a proposta em votação nesta terça, já aprovada pelos deputados, a economia é de R$ 876,7 bilhões em dez anos para a União. A reforma da Previdência saiu da Câmara com uma projeção de economia de R$ 933,5 bilhões em uma década.




Fonte: Bahia Notícias