China autoriza medicamento à base de bile de urso para tratar Covid-19



Um medicamento à base de bile de Urso foi autorizado na China para tratar pessoas com Covid-19. A injeção Tan Re Quing, que contém, além do pó de bile de ursos, extrato de plantas e pó de chifre de cabras, é tradicionalmente utilizada no tratamento de doenças e infecções respiratórias.


No entanto, segundo o professore de medicina da Universidade de Minnesota, Clifford Steer, em entrevista à National Geographic, não há nenhuma comprovação de que o composto tenha qualquer efetividade contra a doença.



Vale lembrar que a China é constantemente denunciada por associações ambientais pela exploração de milhares de ursos. Para a extração da bile, os animais são imobilizados em gaiolas extreitas, e têm o abdômen perfurado por um cateter acoplado à vesícula biliar.


No dia 26 de março, a Comissão Nacional de Saúde da China publicou uma lista dos tratamentos permitidos para o combate do coronavírus, e a substância estava incluída entre os medicamentos.


Segundo a revista Superinteressante, as espécies de ursos utilizadas são os pretos asiáticos e os marrons. Além de ajudar com doenças respiratórias, a bile do animal auxilia na dissolução de cálculos biliares e no tratamento de doenças hepáticas.



Em um mercado farmacêutico avaliado em mais de US$ 1 bilhão anuais, cerca de 20 mil ursos estão condenados na China a fornecerem sua bile, sendo que a substância ursodiol, que é a utilizada como medicamento, pode ser produzida quimicamente em laboratório.


De acordo com a associação Humane Society International, Shenzen foi a primeira cidade da China a adotar a medida no tratamento contra a Covid-19. 




Fonte: Bahia Notícias