Com missão de incluir, quebrar tabu e apoiar o Bahia, torcida LGBTricolor será lançada.


Desde que o Núcleo de Ações Afirmativas do Bahia foi criado, ações inclusivas foram desenvolvidas para o clube abraçar todos os seus públicos. Foi assim com os negros, deficientes, mulheres e, principalmente, com os homossexuais. Em maio, o Esquadrão de Aço lançou a camisa "não há impedimento". Em setembro, foi a vez da Arena Fonte Nova ganhar o tom arco-íris nas suas bandeirinhas de escanteio.


Mas as ações não ficam por aí. Agora, o clube vai ter uma torcida LGBT+ dentro do estádio. Com o objetivo de apoiar o clube, quebrar o tabu e promover a inclusão, a "LGBTricolor" ganhou a bênção do presidente do clube, Guilherme Bellintani. 

O fundador do grupo, Onã Rudá, destacou o apoio e a prestatividade do atual mandatário tricolor.


"A gente tem observado que o Bahia abriu um tempo novo do futebol do estado e do Brasil. O clube tem feito políticas afirmativas e tem um núcleo. Quando a gente observou isso, a gente entendeu que era o momento de se envolver. O ambiente ainda reproduz valores de opressão. Quando apresentamos a ideia, ele abraçou a ideia e colocou o clube à disposição para dialogar e apoiar a iniciativa. Foi muito bacana, tem sido uma receptividade muito positiva", disse.

Não partiu só de Bellintani e de torcedores o apoio ao novo grupo. A Bamor, maior torcida organizada do clube, abraçou a causa e tem prestado suporte. Segundo Rudá, a intenção e fazer ações para mostrar que todos, independente da orientação sexual, podem ser torcedores.




Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087