Pandemia: comércio de Petrolina teve 3 mil postos de trabalho encerrados e 500 empresas fechadas



De acordo com os dados coletados pela Câmara de Dirigentes Lojistas – CDL de Petrolina, no ano passado cerca de 3 mil postos de trabalho foram fechados e em torno de 500 empresas encerraram suas atividades devido à pandemia do novo Coronavírus. “As empresas que não fecharam as portas tiveram queda nas vendas em média de 30% a 40% e em alguns casos até 70%. Algumas empresas continuaram vendendo bem como as de alimentos, material de construção e algumas de serviços”, explicou Valdivo Carvalho, o diretor executivo da CDL.


Em julho de 2020, vinte e duas entidades ligadas ao comércio/economia, cultura e segurança pública de Petrolina e Juazeiro se uniram para criar o Comitê de Combate ao Coronavírus que tem como objetivo apoiar lojistas e comerciários, criar campanhas de conscientização na prevenção ao Covid-19 e manutenção das atividades econômicas.


Atualmente, o Comitê tem apostado em campanhas com foco na conscientização de todos para manutenção da economia e não fechamento do comércio. De acordo com nota da CDL, nesta segunda quinzena de abril, muitas lojas no centro de Petrolina estarão com cartazes afixados em suas portas, defendendo a aceleração na vacinação; mais fiscalização nos locais públicos onde geram aglomerações e manutenção das regras de prevenção e segurança contra a covid-19.


“Não existe um plano oficial de recuperação do comércio, porém estamos investindo em projetos de inovação dedicados às empresas para ajudar nesse processo. As entidades envolvidas são Sindlojas, Sebrae, Prefeitura de Petrolina, IF Sertão, atuando em mais de 30 empresas para a mudança de cultura das pessoas e retomada das atividades”, acrescentou.


O diretor informou que outros dois projetos estão sendo desenvolvidos todos no intuito de apoiar o comércio local. “Estamos desenvolvendo com o apoio da Univasf, o Projeto de Inovação Soluções de Gestão de Mercado, quando vamos ouvir o lojista e escutar a sua 'dor', as maiores dificuldades nesse momento. Além disso, a CDL disponibiliza orientação empresarial, jurídica e contábil com soluções para recuperação de crédito, fluido de reserva de investimento e conhecimento em marketing”, destacou.


Campanha “Acredite! Sua empatia salva vidas”


No mês de abril teve início a segunda etapa da Campanha “Acredite! Sua empatia salva vidas”, ainda com foco na conscientização de todos. Além da CDL e os lojistas de Petrolina, estão envolvidos nesta fase da campanha o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro.


Nessa etapa foi criado também um ponto de arrecadação de alimentos na sede da CDL Petrolina, com o objetivo de ajudar os trabalhadores que perderam seus empregos. De acordo com informações da entidade, a campanha também arrecada valores através de uma vakinha virtual (https://vaka.me/1985875), através de PIX (11471380000169) ou na sede da CDL que fica localizada na Rua dos Industriários, Nº 12, Atrás da Banca.


Parte do valor doado também será destinada para o marketing das campanhas de combate ao Coronavírus, recuperação do comércio e manifestações pedindo mais agilidade na vacinação e fiscalização de locais que geram aglomeração.


Juazeiro

Sobre as dados de postos de trabalho e empresas fechadas na cidade baiana, o site Cartaz da Cidade procurou a direção da CDL Juazeiro, porém não obtivemos retorno com os dados solicitados.


O Sindicato dos Comerciários de Juazeiro também não retornou para informar sobre as ações da entidade em apoio ao comerciário.


Iana Lima – Jornalista

Foto reprodução internet.

Comente e compartilhe!