Coreia do Norte volta a disparar mísseis e culpa EUA por aumento de tensão militar.


No mesmo dia em que voltou a disparar mísseis de teste, a Coreia do Norte acusou os EUA de incitar a tensão militar na região ao fazer exercícios conjuntos com a Coreia do Sul, e que o país tomará medidas para se defender.

Segundo o Estado-Maior das Forças Armadas da Coreia do Sul, o Norte disparou dois projéteis com características de mísseis balísticos de curto alcance, a partir da costa da província de Hwanghae, nesta terça-feira (6).

Os projéteis percorreram cerca de 450 km em direção ao Mar do Japão, a uma altitude de 37 km e a uma velocidade de ao menos Mach 6,9 (cerca de 8.500 km/h). 

Ju Yong Chol, diplomata norte-coreano em Genebra, disse em uma conferência da ONU que a Coreia do Norte teria de "reconsiderar os maiores passos que demos até agora".

Ele não mencionou os últimos disparos de mísseis na costa do país, realizados pela quarta vez em menos de duas semanas na terça-feira.

"Os Estados Unidos estão incitando tensão militar hostil à Coreia do Norte ao implantar uma grande quantidade de equipamentos militares modernos na Coreia do Sul, desrespeitando seu compromisso de suspender exercícios militares conjuntos, feito na (reunião de) cúpula."


Isso, segundo ele, obrigou a Coreia do Norte a "desenvolver, testar e implantar os meios físicos essenciais para nossa defesa nacional", disse Ju.




Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087