Desenvolvedores da vacina russa para Covid-19 afirmam que imunidade dura 2 anos



Os desenvolvedores da vacina russa para a Covid-19 afirmam que a imunização tem duração de pelo menos dois anos. A declaração foi dada por representantes do Instituto Gamaleya, em Moscou, nesta quinta-feira (20). 


A vacina russa, batizada de "Sputnik V", foi registrada há alguns dias pelo governo russo, mas uma série de questões foram levantadas sobre ela. Uma vez que o país não publicou estudos que mostrem os resultados dos testes da imunização. 


O Instituto Gamaleya ainda anunciou que as distribuição da imunização está prevista para começar na semana que vem. Conforme reportagem do G1, mais de 40 mil pessoas em 45 centros médicos na Rússia serão vacinados como parte dos ensaios de fase 3.


A vacinação em massa tem previsão de começar em outubro no país, e a exportação, em novembro.


A matéria ainda lembra que a Rússia está em conversas com alguns países para os testes e a produção das vacinas, inclusive com o Brasil, segundo os cientistas do instituto. O governo do Paraná firmou uma parceria com o governo russo para desenvolver a vacina, mas nenhum teste clínico foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) até agora, lembra o G1.


Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087