E continua a dança das cadeiras ministeriais

Decreto assinado pelo Presidente Jair Bolsonaro exonera o Ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antônio (PSL), de acordo com a edição desta quarta-feira (6) do “Diário Oficial da União”.

Marcelo Álvaro Antônio foi o deputado federal mais votado do estado de Minas Gerais, e de acordo com a sua assessoria, ele foi exonerado para assumir o cargo ao qual foi eleito, pois para assumir no legislativo, é necessário ser formalmente exonerado do cargo no executivo.

Outros três ministros – Osmar Terra (MDB-RS), da Cidadania; Onyx Lorenzoni (DEM-RS), da Casa Civil; Teresa Cristina (DEM-MS), da Agricultura – Foram exonerados para tomar posse e já foram nomeados novamente.

Marcelo Álvares Antônio é apontado em reportagem do Jornal Folha de São Paulo como integrante de um esquema irregular para lançar candidatos “laranjas”, nas eleições, e assim desviar verbas eleitorais do Fundo Partidário. Marcelo Álvares Antônio negou qualquer irregularidade em sua conta do Twitter a dois dias atrás.

O ministro afirmou em sua rede social que retornará as atividades do ministério nesta quinta-feira (7).

Palavras de Marcelo Álvares Antônio – “Em tempos de fake news, importante avisar: hoje tomo posse na Câmara dos Deputados e amanhã retorno as atividades frente ao Ministério do Turismo”.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087