Em meio à pandemia que paralisou o futebol, Vitória completa 121 anos nesta quarta



Hoje é dia do Esporte Clube Vitória. A agremiação completa 121 anos de sua fundação nesta quarta-feira (13). Porém, o festejo pela data será diferente. Não haverá abraços, apertos de mão e nem festa presencial, em virtude da pandemia do coronavírus, que suspendeu o futebol mundo afora. 


Para não passar batido, o clube irá fazer celebrações virtuais ao longo do dia. 

A agremiação foi fundada em 1899 pelos irmãos Artur e Artêmio Valente e nasceu com o nome de “O Club de Cricket Victoria”.


Em 1902, o clube adotou o futebol como modalidade, assim como o atletismo, a natação e o remo. Esse ano também foi o da mudança do nome para Sport Club Victória.


No futebol, o clube teve sua efetiva profissionalização no ano de 1953. Antes, o Leão havia participado de alguns certames, mas sempre com alguns hiatos.


Santuário rubro-negro, o Barradão foi inaugurado em 1986, mas só a partir de 1994 virou mando de campo do Vitória. O estádio comporta quase 31 mil pessoas.


Ao todo, o Vitória tem 29 títulos estaduais.  Pela Copa do Nordeste, o Leão faturou o caneco em cinco oportunidades (1976, 1997, 1999, 2003 e 2010).


Já pelo Campeonato Brasileiro, a melhor campanha do Rubro-Negro foi em 1993, quando terminou na segunda colocação, após perder para o Palmeiras nas finais. O primeiro jogo terminou 1 a 0 para o Verdão na Fonte Nova e o segundo foi 2 a 0 para o time paulista no Morumbi. Na Copa do Brasil, o Leão esteve perto do título em 2010. No primeiro duelo da decisão contra o Santos, perdeu por 2 a 0. E no confronto de volta dentro de casa, bateu o Peixe por 2 a 1, o que não foi suficiente, já que precisaria ganhar por mais de dois gols de diferença.


Em 2013, o Vitória teve a melhor campanha de um clube nordestino na era dos pontos corridos do Brasileirão, implantado em 2003. Sob o comando de Ney Franco, terminou em quinto lugar e quase conquistou uma vaga na Libertadores.


Atualmente, o clube é presidido por Paulo Carneiro, eleito no ano passado para um mandato até 2022. Antes, ele já havia dirigido o Leão entre 1991 e 2005.


TREINO HOME OFFICE


O elenco rubro-negro tem treinado em casa sob a supervisão da comissão técnica, enquanto aguarda a liberação das autoridades de saúde para a retomada das atividades presenciais no CT Manoel Tanajura.


O zagueiro Maurício Ramos contou como tem sido a rotina de treinos home office.  


“Foi um bom treino, não é a mesma coisa, não é a mesma intensidade de estar treinando dia após dia num campo, mas pelo menos mantém o jogador num nível bom, para não engordar e não se machucar tanto na volta”, analisou.




Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087