Em pedido judicial de explicações a Bolsonaro, presidente da OAB apontará calúnia contra seu pai.


No pedido de explicações a ser protocolado na Justiça nesta quarta-feira (31), o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz, apontará, em tese, que o presidente Jair Bolsonaro cometeu calúnia contra a memória do seu pai, Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira, um dos desaparecidos políticos da ditadura militar (1964-1985).


Fernando Santa Cruz, por meio de seu advogado, Cezar Britto, pede "indispensáveis explicações" do presidente.


O advogado cita o artigo 144 do código penal, segundo o qual quem se julga ofendido, em calúnia, difamação ou injúria, pode pedir explicações perante a Justiça e aquele que se recusa a dá-las ou, não as dá de forma satisfatória, a critério do juiz, responde pela ofensa.





Fonte: G1

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087