Estudante de Sobradinho (BA) fala como superou a média na nota do Enem 2020 mesmo durante pandemia


Eliel Francis de Castro, aluno do Colégio Estadual Jorge Khoury


O ano exigiu adaptação com aulas remotas, acesso às plataformas de ensino, muita pesquisa e pouca interação presencial com outros alunos. Ainda assim, estudantes do norte da Bahia tiveram desempenho muito acima da média (600 pontos) no Enem 2020.


O aluno Eliel Francis de Castro, do Colégio Estadual Jorge Khoury, localizado no município de Sobradinho, atingiu a média 980 pontos e explica que a maior dificuldade foi manter a saúde mental em meio à situação de isolamento devido a pandemia. "Foi desafiador manter a rotina de estudos ao mesmo tempo ter acesso a tantas notícias ruins e quebras de expectativas de como seria o ano de 2020. O isolamento social e a falta de um ambiente adequado para os estudos se tornaram uma grande barreira para alcançar minhas conquistas".


Eliel afirmou que mesmo diante de tantas lutas, o que deu forças para continuar foi principalmente a fé em Deus, "e de que dias melhores viriam junto com as minhas recompensas e o compromisso que fiz comigo mesmo, de que não pararia até dar todo o meu melhor com muito foco e trabalho com o psicológico", revelou Eliel e completou que as atividades físicas ajudaram a diminuir o estresse e ansiedade.

Engajado, o estudante se inscreveu na monitoria no Colégio Estadual Jorge Khoury quando foi iniciado o projeto Mais Estudos em 2019, "quando era apenas um teste (...) e continuei sendo em 2020". Sobre a experiência, ele afirmou que "foi incrível, tanto para meu aperfeiçoamento pessoal como profissional, percebi que podia desenvolver ainda mais as minhas habilidades de estudos, empatia e de lecionar". Com a monitoria, Eliel ainda ajudou os amigos que sentiam dificuldades, (eles) "começaram a entender assuntos complicados e se divertirem durante a aprendizagem", finalizou.


Para a gestora do Colégio, Zaira Silva, a adaptação do corpo docente e pedagógico ao ambiente virtual foi um dos maiores desafios porque não havia tempo para treinamentos e urgência em atender a necessidade dos alunos.


"A maior dificuldade que tivemos foi no que diz respeito à internet: reuniões, aulas on-line, e principalmente alguns alunos que não tinham acesso, porém mesmo na pandemia nossos professores conseguiram trabalhar e não deixaram esse alunos sozinhos, dando todo o suporte junto à Secretaria Estadual de Educação", reforçou.


Programas EAD


Durante o ano de 2020, a Secretaria da Educação do Estado (SEC) desenvolveu uma série de programas voltados à preparação dos estudantes para o exame. Dentre os quais: ENEM 100%, que envolveu aulões virtuais até às vésperas das provas; o Programa Universidade para Todos (UPT); o Sistema de Avaliação Baiano de Educação (Simula SABE); e os programas “Estude em Casa” e “Hora do Enem”, exibidos pela TVE, em parceria com a Fundação Roberto Marinho.





Da Redação / Iana Lima Jornalista.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

Marca_CaJú_PNG.png

© 2018-2021. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

R. Argentina, 43, Sta. Maria Goretti,

Juazeiro - Bahia - Brasil 48.904-281