Fiasco: live de Paulo Bomfim é alvo de muitas críticas

Internautas reclamaram o fato de Paulo Bomfim ter fugido das verdadeiras perguntas feitas a ele


Um tiro que saiu pela culatra é o termo que está sendo usado por muitos internautas que acompanharam a live que o Prefeito Paulo Bomfim fez ontem (15), à noite, pelas redes sociais. Mas, quando dizemos muitos internautas, queremos dizer pouco mais de 200 pessoas, já que o dito fiasco começa a partir daí.


Independente do número de pessoas (pouquíssimas) que acompanhou a referida transmissão ao vivo, verificou-se que a esmagadora maioria era composta por populares e políticos que, a todo momento, buscavam respostas às questões que não querem se calar em Juazeiro, no estado da Bahia.



Seguindo o mesmo roteiro, aparentemente pré-estabelecido por sua assessoria de imprensa e equipe de campanha, Paulo Bomfim literalmente se recusou a responder questões pontuais, como sobre o número de respiradores disponíveis na cidade, já que o Prefeito disse que eram 16 e o pré-candidato Carlos Neiva questiona como sendo de, apenas, 6; sobre a atuação violenta da Guarda Municipal contra munícipes, lembrada por Erry Justo, radialista muito conhecido por todos; sobre a possível existência e transparência de um Plano de Ação para a utilização dos quase R$ 5 milhões disponibilizados pelo Presidente Bolsonaro, já que ninguém nunca sabe onde e como nosso dinheiro público é empregado; sobre a contratação comissionada de mais de 40 pessoas, mesmo com a Prefeitura estando com suas atividades interrompidas, por consequência do isolamento social obrigatório, imposto pelo próprio Prefeito; dente outras.


O interessante foi que, do público que queria participar da live com perguntas, mas não conseguiu, notou-se que poucas eram as pessoas que apoiavam o gestor municipal, com frases elogiosas soltas, parecendo que eram “tartarugas em cima da árvore”, pois não perguntavam nada, mas só elogiavam de forma genérica o Prefeito, como se ele fosse um pop star cercado de alguns poucos fãs. Há quem diga que estes poucos fãs são funcionários da Prefeitura obrigados a exercer esse papel vergonhoso, para não perderem seus empregos.



No fim das contas, resta saber se Paulo Bomfim terá condições de se sustentar em qualquer debate com os demais pré-candidatos, quando chegar o verdadeiro momento da campanha política, face a tantos acontecimentos que deveriam fazer com que o Prefeito deixasse seu roteiro de discurso e passasse a responder o que o povo realmente deseja saber. Vamos aguardar.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087