Filosofia do Policiamento Comunitário na Bahia da PM é tema de livro.


Escrito por militares da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e agentes da Polícia Civil, o livro “Policiamento Comunitário na Bahia”, foi lançado na manhã desta terça-feira (17), no auditório do Centro de Operações e Inteligência (COI), da Secretaria da Segurança Pública (SSP). Contada em 270 páginas, a história retrata a criação e expansão do policiamento comunitário na Bahia, desde a criação da primeira Base Comunitária de Segurança, em 2011, no bairro do Calabar até a ampliação dos projetos sociais desenvolvidos.

Durante a solenidade de lançamento do livro, o secretário da Segurança Pública (SSP), Maurício Teles Barbosa e o comandante geral da PM, coronel Anselmo Brandão, fizeram a entrega dos certificados aos 13 autores da obra. Em seguida, foram homenageadas as personalidades que foram pioneiras na implantação do policiamento comunitário na corporação, entre elas, os coronéis da Reserva Remunerada, Alberto Salles Paraíso, Pedro Boaventura e Zeliomar Almeida. O ato foi oficializado pelas autoridades presentes. Para o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, o livro é o resultado do empenho de policiais militares que durante anos disponibilizaram  aulas e cursos profissionalizantes para a comunidade carente das 18 Bases Comunitárias em todo estado.

Organizado pela Superintendência de Prevenção à Violência (Sprev), pelo Departamento de Polícia Comunitária e Direitos Humanos (DPCDH), a obra sintetiza a história do Policiamento Comunitário internacional e histórico nacional na Bahia. No pronunciamento, o coronel Anselmo Brandão enalteceu a trajetória das ações comunitárias na instituição. ”Graças aos senhores estamos com o sentimento de gratidão e dever cumprido. Essa obra quebra paradigmas e mostra que polícia e comunidade juntas podem construir uma nação mais digna e justa para todos. Obrigado por contribuírem na história da PMBA, agora reconhecida no país”, comentou o comandante geral da Polícia Militar.


Os exemplares da obra “Policiamento Comunitário na Bahia”, serão disponibilizados gratuitamente na sede da Superintendência de Prevenção à Violência (Sprev) e na unidade do Departamento de Polícia Comunitária e Direitos Humanos (DPCDH), ambas localizadas no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O acesso ao conteúdo da obra também poderá ser consultado no QRcode, localizado na contracapa do livro.




Fonte: PMBA

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087