Futebol x Política: só leia se for realmente inteligente


Poucas são as pessoas que realmente sabem a diferença entre ser inteligente e fazer parte de uma torcida. Qual delas é você?

Por: Sidney Lima


Parabéns! Se você chegou a abrir esta matéria, para ler e entender um pouco do que ela se trata, podemos considerar que você é um forte candidato a ser considerado inteligente. Ou você seria uma pessoa, apenas, bastante curiosa? Vamos tentar entender um pouco das semelhanças e diferenças dessas duas características humanas, trazendo uma reflexão do que já aconteceu com a humanidade, mas, principalmente, com o que está acontecendo neste exato momento, em que todos os seres do planeta estão passando e que vai servir de base para os textos históricos em um futuro próximo.


PNL


Estudos indicam que a PNL, ou Programação Neurolinguística é uma técnica criada para entendermos os processos da mente e provocarmos mudanças na mesma, para alcançarmos os resultados desejados (na maioria das vezes, resultados positivos para as pessoas). Consiste em uma maneira de estudar os processos e organizações mentais para entendermos os comportamentos, as atitudes e as ações individuais.



Mas, mesmo sabendo que os objetivos principais da PNL servem para o bem, como a busca constante e profunda de autoconhecimento, uma das bases para uma vida mais plena, para o desenvolvimento da inteligência e da maturidade emocional e para efeitos benéficos nas relações humanas, muitos profissionais no controle desta técnica (declarados ou não) se utilizam da PNL para interesse próprio.


Não entendeu ainda, não é? Pois bem, vamos à segunda parte de nossa matéria.


PNL e os gatilhos negativos


De acordo com Reg Connolli (2014), “na PNL, uma âncora negativa é uma reação emocional imediata e automática a alguma coisa. Com as âncoras negativas nós não precisamos pensar em nada para ficarmos de mau humor – nos deparamos com o gatilho e pronto – o nosso humor vai ladeira abaixo”.


As âncoras negativas, em PNL, não só podem provocar raiva, mas também podem demandar ansiedade, insegurança, pânico, dentre outras reações. Esses gatilhos podem ser coisas que vemos, ouvimos, sentimos ou pensamos. Desta forma, muitos profissionais podem jogar iscas para disparar esses gatilhos nas mentes de pessoas que são suscetíveis às diversas reações (positivas ou negativas), criando grupos de pessoas que se inclinam para uma forma de agir desejada pelo interesseiro. Ou seja, em nossa rasteira comparação, grupos de torcedores.



E vale darmos algumas explicações aqui sobre a diferença entre pensamento negativo e gatilho negativo. Enquanto um pode deixar um dia ruim pela insistência do pensamento (negativo) e vai consumindo a pessoa aos poucos, o gatilho (negativo) transforma o dia do indivíduo de uma forma praticamente instantânea, como realmente estivéssemos puxando o gatilho de uma arma contra aquela pessoa, trazendo os resultados quase que instantaneamente. Alguns exemplos de gatilhos negativos podem ser trazidos à tona, como quando alguém se mete na sua frente quando você vai passar por uma porta, ou quando tem um motorista lento na sua frente ao estar dirigindo. Pode ser, ainda, quando você lê, escuta ou assiste uma notícia que vai contra aos seus interesses, como esta matéria, por exemplo, que poderá revelar se você realmente é uma pessoa inteligente ou está sendo conduzida por interesseiros. Mas, se você chegou até aqui, vamos continuar, pois, pelo menos, você está revelando interesse em saber qual a sua verdadeira condição atual, perante à sociedade em que vive.


Livre arbítrio


A princípio, definir livre arbítrio pode parecer fácil. E realmente é. Independente de termos definições específicas nos campos da Bíblia, da Filosofia, do Espiritismo e dos escritos de Santo Agostinho (De Libero Arbitrio), por exemplo.



Sim, livre arbítrio é o poder que cada indivíduo tem de escolher suas ações, que caminho quer seguir. Cada pessoa realmente tem direito de fazer o que quiser com sua vida e de escolher qual caminho quer seguir. Mas, tudo isso desde que não venha a prejudicar outras pessoas. Vivemos em uma sociedade que, além do livre arbítrio, temos que estar atentos às regras de convivência social. Por isso, a responsabilidade de se ter a liberdade do livre arbítrio é tão importante quanto se cobrar a responsabilidade dos demais integrantes de uma comunidade, se você vive e interage com esta.


Aí, você deve estar curioso para entender o porque de registrarmos, nessa matéria, um trecho que versa sobre livre arbítrio. E, sem querer dar spoiler, podemos frisar que a parte mais importante dessa passagem é tão somente o final do parágrafo anterior.


Torcidas organizadas (Futebol x Política)


Talvez, a partir desse momento, as coisas comecem a ficar mais claras, quanto aos objetivos desta matéria. É que, agora, comentaremos sobre as maiores paixões dos brasileiros. E, na atualidade em que vivemos, são apenas duas: Futebol e Política (sendo que a primeira está prejudicada pelo Coronavírus em circulação).


Ah, agora que entramos nessa seara, muitos que estavam acompanhando nosso raciocínio até aqui irão encerrar sua leitura e trocar de site, indo para uma rede social ou algo que consiga salvar o leitor desses dois assuntos, que poderão realmente revelar o nível de inteligência de quem está lendo. E é nessa hora que dizemos até uma próxima vez para os que se achavam inteligentes, mas realmente não são. Quem sabe, um dia, vocês que irão se desligar agora realmente entendam que QUERER SER INTELIGENTE e PENSAR SER INTELIGENTE é muito diferente do REALMENTE SER INTELIGENTE. Mas, tudo bem. Desejamos sucesso em sua nova leitura e continuaremos conversando com os que realmente são inteligentes.



Então, agora somente para você que continua conosco na busca pelo conhecimento, vamos lá. Vamos descobrir, afinal, pra que tanta preparação teórica nesta matéria, objetivando as conclusões finais que serão compartilhadas com as suas ideias de vida e de sociedade.


Mesmo sem sentir, você pode estar fazendo parte de uma torcida organizada. E não estamos falando de seu livre arbítrio ou de futebol. Estamos falando dos efeitos da PNL usada por interesseiros políticos. Então, se você se identificar com as palavras a seguir, entenda que nem tudo está perdido, pois ser inteligente nada mais é do que aceitar que a vida é um eterno aprendizado e uma sequências de decisões que devemos tomar em diversas fases desta vida, para realmente sermos pessoas melhores. Sua verdadeira inteligência será notada pelos demais membros da sociedade em que vive e só ela irá criar sua reputação, que permanecerá viva por muito tempo, mesmo após seu tempo de convivência com os vivos.


Imagine você, que nasceu sem sequer saber o que é futebol. Imagine que você nasceu em um país que nem pratica esse esporte. Agora, imagine se você iria torcer por algum time de futebol sem as “condições reais” para o suposto “livre arbítrio” de escolher o time para o qual, normalmente, irá torcer pelo resto de sua vida. E aqui fazemos uma pausa para a análise das aspas colocadas no “livre arbítrio” e para o termo “condições reais”, logo na frase anterior. Imagine que você nasceu em um conjunto familiar que torce para o Santos, ex-clube do craque Pelé. Como você conseguiria enfrentar todas as pressões para torcer pelo Palmeiras, ou pelo São Paulo? O conjunto de ações inconscientes de PNL, geradas por sua família, seria tão grande que, normalmente, você seria mais um torcedor do Santos, mesmo quando só tivesse uns 2 ou 3 anos de idade. E mais, como pensar em torcer por um outro time de futebol, mesmo já crescido e tendo diversas experiências (positivas e negativas) com os resultados de sua “equipe do coração”? Então, mesmo assim, de forma inconsciente, você segue torcendo por aquele time e, fatalmente, irá querer que seu filho, quando nascer, torça pelo Santos, vestindo ele (ou ela) com as cores de seu clube, desde o berçário.


Agora, antes de falarmos das torcidas organizadas pelos políticos e partidos do Brasil, vamos lembrar o que está acontecendo com nossa população brasileira (e porque não dizer mundial), nos tempos do vírus Covid-19.


Muitos entendidos de redes sociais, especialistas em comunicação (positiva ou negativa), estão chegando ao consenso de que nossa população está dividida em, apenas, dois grupos sociais. Mesmo existindo, no Brasil, diversos políticos e diversos partidos para se engajar ideologicamente, as pessoas estão se encaixando, aos poucos, em duas linhas de pensamentos. Parece que chegamos ao ponto de termos duas torcidas organizadas. Uma torcida que defende a ideia de se manter toda a população em isolamento social, deixando à mercê do vírus apenas algumas classes de trabalhadores e, consequentemente, suas famílias, para proporcionar o salvamento da saúde da maioria da população, contra outra torcida que defende que todos devem dar sua parcela de contribuição para com a economia, que poderá matar tanto quanto (ou mais) o vírus, defendendo a volta ao trabalho pela maior parte da população.


Não queremos, nessa matéria, entrar na esfera de quem está certo ou errado, pois nenhuma das torcidas tem essa resposta, já que tudo é uma novidade nesse campo de jogo, tal como uma partida entre Brasil x Argentina, onde tudo pode acontecer e será, como em todas as outras partidas já realizadas entre essas seleções, absorvido pela torcida vencedora e pela perdedora, ou por ambas, caso dê empate.


O que queremos trazer aqui é o contraste entre a insanidade e o equilíbrio nas atitudes que eu, você e todos os envolvidos nas arquibancadas desse campo de jogo (político) tomamos durante a partida. Contraste de atitudes muito semelhante às nossas atitudes, quando assistimos a um Vasco x Flamengo, ou um Bahia x Vitória, ou qualquer jogo que seja, quando temos torcedores mais equilibrados e outros mais, digamos assim, fanáticos, pra não rotularmos como violentos. E mais, queremos lembrar que, como nossos pais, na maioria das vezes, influenciaram nossa escolha pelos times que torcemos hoje, podemos (e devemos) ter a consciência de que, em algum momento de nossas vidas, termos sidos influenciados por alguém, para que “torcêssemos” a favor ou contra a um político específico ou a todo um partido, tal como muitos hoje torcem para Bolsonaro ou para Lula, bem como torcem para o comunismo ou para o capitalismo, e assim por diante.


Mas, o mais interessante nos tempos de hoje é que parecemos estar em uma final de Copa do Mundo, onde todos os torcedores de um país torcem (juntos) para uma seleção. Hoje, no Brasil, temos o grupo dos que são influenciadas pela filosofia do “vamos ser contra as ideias do Presidente da República”, que pensa em abrir o comércio o mais rápido possível, contra o grupo que apoiam as ideias de Bolsonaro. Independentemente do partido pelo qual a pessoa “torça” (quero dizer, apoie). E não temos nada contra o que está acontecendo até então, pois, dentro do sistema democrático de direito e como agentes de informação, não temos o direito de dizer aos leitores no que devem pensar ou apoiar. Mas, nossa responsabilidade é de sempre deixá-lo ciente de que as escolhas são apenas suas (livre arbítrio) e que muitos estarão tentando manipular sua mente (PNL), para atingirem seus interesses pessoais.



Agora, sem se comportar com os hoolligans, aqueles torcedores ingleses que volta e meia são banidos das arquibancadas, pelo uso de violência, para impor sua paixão frenética por seus times, você já pode se dizer inteligente o suficiente para concordar ou discordar de tudo o que aqui foi escrito, mas com a consciência de que nenhum conhecimento é absoluto. Parabéns por realmente ser inteligente e chegar ao final desta matéria, pois você demonstrou humildade para reconhecer que o aprendizado é constante e que a maior demonstração de inteligência é o reconhecimento da “ignorância”. E, juntos, vamos torcer para que os que não conseguiram chegar até aqui, um dia, possam ser iluminados pelo sentido verdadeiro da palavra INTELIGÊNCIA.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087