Goleiro Jean: 'Peço desculpas a todas as mulheres. Não sou esse monstro que a imprensa fez'



Nesta quinta-feira (13), Jean que recentemente foi contrato pelo Atlético- GO, foi apresentado oficialmente a imprensa. O goleiro que pertence ao São Paulo, e chegou a ser preso nos Estados Unidos por agredir a então esposa Milena Bemfica com socos durante uma viagem em família se manifestou publicamente pela primeira vez. Ao lado do presidente do novo clube, Adson Batista, Jean pediu desculpa às mulheres e afirmou que não é "esse monstro que a imprensa fez".


Jean abriu a entrevista afirmando que não se pronunciou antes porque estava proibido, pela Justiça americana, de se referir à ex-mulher. Depois disso, pediu desculpa pelas agressões antes de ponderar que "toda história tem dois lados, mas nada justifica a agressão".


"Não estou dizendo que pela história ter dois lados eu estou certo em agredir. Foi uma reação que eu tive. Nunca tinha agredido ninguém. Quem me conhece há mais tempo sabe de toda a minha história e se surpreendeu com o que aconteceu. Mas tem coisas que eu só vou poder falar em breve", explicou.


Jean agradeceu ao Atlético Goianiense por lhe abrir as portas após o caso de agressão física. Jean foi detido pela polícia americana em Orlando acusado de violência doméstica. "Se não fosse o Atlético Goianiense, meu contrato estaria suspenso e não teria como eu trabalhar para sustentar minhas filhas. De coração agradeço ao clube", declarou Jean. Antes de acertar com o Dragão, ele ficou próximo de um acerto com o Ceará, mas o clube recuou da contratação após a repercussão negativa com a torcida.






Fonte: Correio da Bahia


Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087