Governo baiano e Univasf firmam parceria para projetos na região do São Francisco



O potencial do Polo Agroindustrial e Bioenergético do Médio São Francisco, em implantação na região pelo governo baiano, foi apresentado durante o I Encontro Interinstitucional de Ciências, Pesquisa e Inovação do São Francisco, realizado nesta sexta-feira (4), na sede da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), em Petrolina (PE). Durante o evento, foi assinado ainda um protocolo de intenções para cooperação técnica entre a Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE) e a Univasf, que vai viabilizar a execução de ações conjuntas no projeto da Fazenda Escola Modelo, no município de Barra (BA).


“A Univasf será uma grande parceira na formação e capacitação profissional, tanto no Polo Agroindustrial, quanto na Fazenda Escola que está sendo montada no CEEP Águas. Os projetos que realizamos na região incluem empreendimentos agropecuários, agroindustriais, de energias renováveis e poder contar com a expertise da universidade será de extrema importância”, ressalta o vice-governador João Leão, secretário titular da SDE.


O reitor pro tempore da Univasf, Paulo César Fagundes Neves, destaca que a parceria tem como instrumento um projeto que será catalizador de um processo de desenvolvimento regional inclusivo e empoderador, seja pelo viés econômico, social ou ambiental, além de contribuir para a formação dos estudantes. “Esse projeto possibilitará que os estudantes da Univasf vivenciem, por intermédio de seus cursos, experiências formativas singulares. Também será importante para implementar um projeto de inclusão social e econômica exitoso e de altíssimo poder de transformação e empoderamento social, bem como de incremento no desenvolvimento de uma região ainda carente de oportunidades, entregando oportunidades inéditas à região onde será realizado”, afirma. No último mês de junho, o reitor Paulo Fagundes esteve na região de Barra para conhecer in loco o projeto e a Fazenda Escola Modelo.


Polo Agroindustrial


O Médio São Francisco baiano apresenta condições edafoclimáticas ideais para o desenvolvimento de projetos agroindustriais, baseados no uso da irrigação e de tecnologias de ponta. Possui disponibilidade de terras férteis de baixo custo, baixíssima inclinação e disponibilidade hídrica, com o Rio Grande e o Rio São Francisco. Pensando em tornar a região uma nova fronteira agrícola, o Governo do Estado está implantando o Polo Agroindustrial e Bioenergético.


O projeto tem previsão de gerar 37,2 mil empregos diretos, com um aporte de investimentos privados na ordem de R$ 3,1 bilhões nos municípios de Barra, Xique-Xique e Muquém de São Francisco. O Polo está sendo instalado por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico (SDE), Agricultura (Seagri), Desenvolvimento Rural (SDR) e Educação (SEC), e conta com o apoio da Univasf, Ufob, Codevasf e Embrapa.



Fonte: Ascom / Univasf




Sua opinião é importante para nós. Faça o login e deixe seu comentário no rodapé de nossas matérias. O CARTAZ DA CIDADE agradece por sua participação.

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087