Governo vai pedir ao Congresso crédito extraordinário de R$ 5 bi para Saúde.



O governo vai pedir ao Congresso um crédito extraordinário de R$ 5 bilhões para despesas do Ministério da Saúde. A medida tem como objetivo atender as necessidades surgidas com o avanço do coronavírus no país. O crédito extraordinário é um instrumento destinado ao atendimento de despesas urgentes e imprevisíveis, como em caso de guerra, comoção interna ou calamidade pública. A modalidade não entra na conta do teto de gastos. O secretário-executivo do Ministério da Economia, Marcelo Guaranys, afirmou que o documento será encaminhado ao Palácio do Planalto e que deve ser assinado pelo presidente Jair Bolsonaro nesta sexta-feira (13). "Estamos monitorando outras necessidades que teremos dentro de nosso espaço orçamentário", disse. Guaranys será o coordenador do grupo de monitoramento do coronavírus, criado pelo Ministério da Economia nesta quinta-feira (12).


Antes de optar pelo crédito extraordinário, o governo trabalhava com a ideia de uma negociação com o Congresso para remanejar recursos de outras áreas do Orçamento. O ministro da Economia, Paulo Guedes, comentou essa possibilidade na manhã desta quinta-feira (12). Segundo ele, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) sugeriu que R$ 5 bilhões de R$ 30 bilhões originalmente sob controle dos parlamentares fossem imediatamente repassados ao Ministério da Saúde. Outros R$ 5 bilhões seriam reservados em um fundo de combate à pandemia.



Fonte: Bahia Notícias



Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087