Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087

Gre-Nal termina com oito expulsos e técnicos criticam briga: 'Vergonhosa'.



O primeiro Gre-Nal da história da Copa Libertadores da América ficou marcado por uma briga generalizada entre os jogadores de Grêmio e Internacional na noite desta quinta-feira (13). O jogo, que aconteceu na Arena do Grêmio e valeu pela segunda rodada do Grupo E, terminou no empate sem gols terminou e oito atletas expulsos.


A confusão começou aos 40 minutos do segundo tempo. O lateral colorado Moisés e o atacante tricolor Pepê se estranharam e trocaram xingamentos. Ao invés de conter os ânimos, a "turma do deixa disso" colocou mais lenha no princípio de incêndio. Edenilson pegou no pescoço de Luciano que reagiu com um tapa, Maicon e Cuesta trocaram empurrões, D'Alessandro discutiu com Cortez, Praxedes e Caio Henrique bateram boca.


O árbitro expulsou os dois jogadores que deram início às agressões. Porém, a briga saiu do controle quando Paulo Miranda partiu para cima do ex-lateral do Bahia e o circo voltou a pegar fogo com maior intensidade.


Pelo Grêmio, Caio Henrique, Luciano e Paulo Miranda também receberam o cartão vermelho. Já no lado do Inter, Edenílson, Praxedes e Victor Cuesta, também foram mandados para o vestiário mais cedo.


Nas entrevistas coletivas, os dois técnicos de Grêmio e Inter lamentaram o ocorrido. "É vergonhoso. Para o Grêmio e para o Internacional. Vergonhoso porque são profissionais e colegas de profissão. Tem outros Gre-Nais, espero que não se repita. Senão, é bola de neve. Eles (jogadores) sabem que erraram, como nós sabemos", classificou Renato Gaúcho.


"Não é algo que gostaríamos. Muitas pessoas olhavam, crianças. A intensidade que se vive uma partida dessas, se passa um pouco mais. Na minha carreira, é a primeira vez que termino com sete na linha. O campo fica muito grande, mas se deu assim", disse Eduardo Coudet.


O Inter lidera o grupo E da Libertadores com quatro pontos, mesma pontuação do Grêmio que é o segundo, por levar vantagem no saldo de gols. A próxima rodada foi adiada pela Conmebol devido ao coronavírus e uma nova data ainda será definida. O Colorado receberia a visita do América de Cali, no Beira-Rio, enquanto o Tricolor gaúcho viajaria até o Chile para encarar o Universidad Católica.





Fonte: Bahia Notícias