Hospital Regional de Juazeiro é alvo de operação da PF na manhã desta quinta-feira (19)




A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (19), em cidades do Estado da Bahia, a operação Metástase, que conta com apoio da Controladoria-Geral da União (CGU).


Ao todo, foram expedidos seis mandados de prisão, cinco de preventiva e um de temporária, e outros 16 de busca e apreensão em Salvador, Castro Alves, Guanambi e Juazeiro. Além do setor responsável por contratos de OSs da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab).


A operação visa a desarticulação de um esquema de fraude em licitações e desvio de recursos públicos destinados à gestão do Hospital Regional de Juazeiro, que é gerido pela empresa APMI.


Desde setembro o Hospital Regional de Juazeiro está na mira do Ministério Público Federal, quando foi aberto inquérito para apurar possíveis desvios, incluindo recursos federais, atribuídos a APMI.


De acordo informações do site da capital baiana, Bahia Notícias, os agentes apuraram que a organização criminosa investigada passou a dominar a gestão de inúmeras unidades da rede estadual de saúde sob gestão indireta. Com fraudes nas licitações públicas, eles usavam diferentes Organizações Sociais de Saúde (OSs), que, na verdade, são controladas pelo mesmo grupo empresarial. Ou seja, eram registradas em nome de "laranjas".


Segundo informações a diretora do HRJ, Hucilene Simões, foi presa e levada para delegacia da polícia federal em Juazeiro.


Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087