Jornal aponta laço de juiz indicado ao STF com a Operação Faroeste



O jornal Correio, na coluna Satélite desta quinta-feira (08), apontou que investigadores da Operação Faroeste detectaram laços do indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF), Kássio Nunes, à gênese do esquema milionário de grilagem e venda de sentenças de terras na Bahia.


De acordo com o jornal, Kássio Nunes teria se beneficiado de uma decisão milionária concedida pelo juiz José Ramos Dias Filho, do TJ do Piauí, em ação movida contra a Toyota por uma concessionária de veículos.


Ramos Filho é o mesmo autor de sentenças que permitiram a grilagem de imóveis em regiões da Bahia alvo de investigadores da Faroeste.


O juiz chegou inclusive a ser afastado pelo Conselho Nacional de Justiça e aposentado compulsoriamente em 2017 por suspeita de favorecer Kássio Marques na ação envolvendo a Toyota.



Fonte: Política ao Vivo

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087