Juazeiro: Agentes de Disciplina Prisional do Conjunto Penal desabafam sobre "abandono da categoria"



Funcionário da Empresa Reviver que administra os serviços do Conjunto Penal de Juazeiro, faz desabafo e expõe as más condições de trabalho e o descaso que a empresa tem tido com os "Agentes de Disciplina Prisional".


Leia abaixo o desabafo do Agente:


Bom dia venho aqui expressar minha decepção e a minha indignação com a Srª empresa Reviver, que administra os serviços no Conjunto Penal de Juazeiro-BA, onde essa mesma empresa está no poder há mais de 10 anos e onde seus gestores fazem o que querem (sic) com os seus funcionários, pois muitos que lá estão são pais e mães de família, e se omitem em expressar suas indignações com medo de perderem seus respectivos empregos, onde são vítimas diariamente de assédios morais pelos gestores da EMPRESA REVIVER. Em meio a essa PANDEMIA que se alastrou no Brasil e no mundo, em que todos nós estamos sujeitos a ser infectados com esse vírus que só cresce diariamente, a empresa Reviver, na qual tenho mais de 5 anos de serviços prestados e na qual ela fornece um plano de saúde da empresa HGU, sendo que esse plano sempre foi INTEGRAL no valor atual de R$ 74,00 para o TITULAR e R$ 247,00 para cada um de seus DEPENDENTES), simplesmente em meio a tudo isso, a empresa que já nos paga um salário altíssimo (pra não dizer ao contrário), ela simplesmente mudou o nosso plano de saúde de INTEGRAL para COPARTICIPAÇÃO, onde a EMPRESA REVIVER já está a quase 2 anos sem nós dar aumento salarial algum, onde convivemos com piscinas de fezes que são despejadas a céu aberto dentro da unidade, onde convivemos com um refeitório cheio de moscas, onde convivemos em risco de contágio de doenças infectocontagiosas, pois são mais de 1.100 internos confinados dentro daquela unidade, sendo que os riscos de agressões físicas e mentais, e até mesmo ameaças de morte são constantes. Sendo que diante desses fatos citados apenas a questão do plano de saúde não é ciente pela Srª Gerente Regional do Trabalho a Srª Drª Edésia Almeida, pois a mesma já foi até a unidade e entrevistou, filmou e viu todos os procedimentos que lá fazemos e até hoje não recebemos os 30% do Risco de Vida que a lei nos concede. Mesmo diante de todas essas situações, a EMPRESA REVIVER mais uma vez vem expressar a sua imensa e solidária consideração para com os seus funcionários (sic) mudando seu plano de saúde da empresa HGU INTEGRAL para HGU COPARTICIPAÇÃO, sendo que a cada consulta ou exames teremos que tirar do nosso próprio bolso o valor de 40% de cada procedimento feito através do plano de saúde, sem termos condições para tal. A EMPRESA REVIVER alega que essa medida está sendo tomada por conta do grande número de uso dos seus funcionários para com o plano. Mas quero dizer que isso tudo não passa de uma forma de querer inibir e querer tirar do bolso de cada trabalhador que lá se encontra. Dia desses um colaborador sofreu um derrame facial e procurou o Hospital HGU para atendimento médico, sendo que depois do atendimento o mesmo foi informado que teria que pagar um valor de R$ 171,00 referente ao atendimento médico, o medicamento e os materiais hospitalares usados no seu procedimento. A sensação que todos os funcionários da EMPRESA REVIVER tem neste momento é de levar um tapa na cara no pior momento da saúde mundial. Espero que as autoridades da justiça de Juazeiro tenham um pouco mais de sensibilidade para com as pessoas que fazem com que o serviço dentro do presídio de Juazeiro ocorra da melhor forma possível, e quando digo as pessoas, não me refiro aos seus diretores ou as pessoas que fazem parte do corpo da gerência da empresa dentro do Conjunto Penal de Juazeiro, falo dos funcionários da limpeza, falo do pessoal da cozinha, falo dos agentes que são eles sim que vivem diariamente de cara com os internos, levando os mesmos para atendimentos, entrando para abrir e fechar pavilhões, fazendo revistas diariamente nas celas para impedir fugas e encontrar coisas ilícitas dentro das mesmas, subindo em caixas d'água com altura superior a 20 metros para informar o nível de água que se encontra em cada caixa d'água, são eles que vivem dando descargas diariamente nas "piscinas de fezes" que lá existem a céu aberto, dentre outras funções. Então Srª EMPRESA REVIVER, reveja seus conceitos e suas atitudes para com os seus colaboradores e tenham mais um pouco de consideração para com os profissionais que ali estão dando suas vidas para que tudo ocorra dentro da maior normalidade possível sem conflitos entre INTERNO x INTERNOS e INTERNOS x FUNCIONÁRIOS.


Desabafo de um funcionário



Sindicato


Outro agente deixou no ar a indagação sobre quais motivos levam o sindicato da categoria a não se pronunciar sobre o assunto. Segundo o mesmo, nos últimos cinco anos os agentes tiveram um aumento salarial de apenas R$ 68,00, além de não estarem recebendo adicional de periculosidade. Ele desabafa que a situação se encontra no limite e que não se sente nem um pouco confortável com a situação. Os mesmos estariam trabalhando desarmados, e que não são reconhecidos como Agentes de Disciplina Prisional, pois teriam mudado a nomenclatura que define a função. O mesmo cita ainda que realizam todos os procedimentos desde abertura e fechamento de celas, conduções de detentos para procedimentos médicos e revistas nas celas. Relatou ainda que a unidade conta apenas com dois Policiais Penais e eles, Agentes de Disciplina Prisional, estariam tomando conta de mais de mil presos. Ainda segundo o mesmo, agentes que adoecem e colocam atestados médicos, não estariam sendo "bem vistos" na unidade. Os mesmos estariam recebendo apenas 20% de Insalubridade, sem auxílio para transporte ou alimentação. Sem respaldo jurídico, diante de ameaças de detentos, realizando revistas e conduções.


Ajuda da imprensa


Os agentes têm a esperança de que através da imprensa, o caso chegue até o Ministro da Justiça, e até mesmo ao Presidente da República. Os mesmos estariam, inclusive, a organizar rifas, para custeio de procedimentos médicos, e até mesmo aquisição de alimentos. O agente chegou a nos pedir até pelo amor de Deus, que nós da imprensa os ajudassem, pois muitos estariam depressivos, e temendo pela própria vida. Antes de finalizar, o agente agradeceu antecipadamente a todos os meios de comunicação e seus comunicadores, que venham a compartilhar essa tragédia que estaria ocorrendo no Conjunto Penal de Juazeiro-BA.


Fonte: Blog Vale em Foco/Blog Diniz K-9

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087