Justiça autoriza saque de R$ 500 milhões da Vale para Minas Gerais combater Covid-19.



A Justiça de Minas Gerais autorizou na última terça-feira (31) o saque de R$ 500 milhões das contas bloqueadas da Vale por causa da tragédia do Córrego do Feijão, em Brumadinho. O dinheiro faz parte do acordo entre o estado e a mineradora para que o recurso seja usado para o combate ao coronavírus e ao tratamento de pacientes infectados.


O valor liberado é considerado uma antecipação da indenização dos danos indicados na sentença de condenação parcial de julho de 2019, determinada pelo juiz Elton Pupo Nogueira, o mesmo que assinou a liberação.


O Tribunal de Justiça já havia liberado R$ 5 milhões para ações contra a doença. O valor foi direcionado para a elaboração de um estudo sobre os riscos do rejeito à saúde humana serão destinados ao Hospital Eduardo de Menezes, em Belo Horizonte.


A tragédia de Brumadinho ocorreu no dia 25 de janeiro de 2019 e 259 mortos foram identificados. As buscas aos onze desaparecidos foram suspensas durante a pandemia.




Fonte: Bahia Notícias

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087