Manifestantes protestam em defesa da Amazônia na Avenida Paulista.


Manifestantes protestam na Avenida Paulista na tarde desta sexta-feira (23) contra a destruição e o aumento das queimadas na Amazônia. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), as queimadas no Brasil aumentaram 82% em relação ao ano de 2018, se compararmos o mesmo período de janeiro a agosto. Esta é a maior alta e também o maior número de registros em 7 anos no país.


A Amazônia concentra 52,5% dos focos de queimadas de 2019, segundo os dados do Programa Queimadas.


O grupo se concentrou em frente ao Museu de Artes Assis Chateaubriand (Masp) e, por volta das 18h20, fechou o sentido Consolação da Avenida. Os manifestantes gritam contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e, em cartazes, dizem "chega de lucrar com a destruição", perguntam se "vender a Amazônia aumenta o PIB do Brasil?" e pedem para parar a destruição da Amazônia. Às 19h, os dois sentidos da via foram bloqueados pelos manifestantes.


Estou aqui para que parem de destruir a nossa floresta, a Amazônia", disse a auxiliar-administrativo Cilene Regina Alves Pires, 36 anos, que participa do protesto.




Fonte: G1

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087