MPF instaura novo inquérito para apurar compra de 600 respiradores pela Bahia



O Ministério Público Federal (MPF) instaurou um novo inquérito para apurar a compra de 600 respiradores pelo Governo da Bahia junto à empresa Ocean 26 Inc, sediada nos Estados Unidos.


Os equipamentos não foram entregues pela empresa ao governo baiano, que pagou antecipadamente uma parte considerável do valor dos equipamentos.


Segundo a publicação no Diário Oficial do MPF, o objetivo do inquérito civil é “apurar a configuração de supostos atos de improbidade administrativa no processo de contratação da Empresa Ocean 26 Inc. pelo Fundo Estadual de Saúde do Estado da Bahia, para aquisição de 600 (seiscentos) ventiladores pulmonares, destinados ao enfrentamento da pandemia de Covid-19”.


Em julho, o Governo da Bahia, através da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), contratou um escritório de advocacia especializado nos Estados Unidos por meio milhão de reais para tentar reaver o valor pago à Ocean pelos 600 respiradores.


Ao todo, a gestão baiana, comandada pelo governador Rui Costa (PT), antecipou US$ 8,4 milhões referentes a 80% do contrato de aquisição de 600 respiradores.



Fonte: Política ao Vivo

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087