"Pau que dá em Chico dá em Francisco": o asfalto do Deputado Elmar era obra eleitoreira mesmo?


Parece que a briga do asfalto com o Prefeito era só para fazer campanha política mesmo.

Passado o período de campanha eleitoral, ficamos sem saber se o Deputado Elmar Nascimento (DEM), que anunciou o investimento de quase 10 milhões de reais em recapeamento asfáltico no período pré-eleitoral, realmente finalizou seu “processo de ajuda ao povo de Juazeiro”, no norte da Bahia.


Fato é que, como acompanhamos uma gigantesca polêmica entre Elmar e o Prefeito Paulo Bomfim (PT), que também lutava para fazer propaganda eleitoral e anunciar que estava asfaltando outras ruas de Juazeiro no mesmo período, em uma verdadeira briga pela paternidade das obras, ficamos à espera da tão comentada transparência e do tão sonhado acesso às informações.


Deputado Elmar Nascimento em anúncio de obras na CODEVASF


Hoje, não sabemos quantas e quais foram as ruas realmente concluídas com essa verba de emenda parlamentar, que serviria para recapear ruas que já eram calçadas, mas que careciam de uma melhor qualidade para trafegabilidade. E, ainda, não sabemos se as obras foram realizadas em ruas escolhidas com a participação da Prefeitura, que deveria ser a instituição responsável pela administração dos benefícios de urbanização da cidade, independente dá má gestão que sempre fez, ou se foram realmente escolhidas por questões políticas a favor do Deputado Federal Elmar Nascimento.


Ora, se criticamos tanto a administração do PT de Paulo Bomfim, que nunca se dispunha a oferecer as informações de forma que a população soubesse claramente onde os recursos da Prefeitura eram aplicados, bem como pela falta de transparência na prestação das devidas contas, o mesmo pode se dizer que ocorrera com a administração do Deputado Federal que, na época, apoiara a candidatura do Coronel Anselmo Bispo à Prefeitura Municipal.


Juazeiro, com certeza, quer agradecer pelo esforço do nobre Deputado. Mas, como agradecer se nem sabemos se as obras foram totalmente concluídas e/ou quais foram todas as ruas contempladas e qual a quantidade de pessoas beneficiadas. Ou será que o objetivo era, realmente, conquistar os votos dos beneficiados, como os adversários políticos de Elmar diziam? Será que a manobra fora a mesma que tanto criticamos, quando Paulo Bomfim usava o “TODA SEXTA-FEIRA TEM OBRA”? Será que Elmar fez a mesma coisa com um “TODA CAMPANHA ELEITORAL TEM OBRA”?


Início das obras, antes das eleições.


Bem, além de termos muitas dúvidas no ar, vale lembrar que esses quase 10 milhões não caíram do céu e nem foram doados pelo próprio Deputado. Esse valor, como o de qualquer emenda parlamentar, vem dos impostos que pagamos, pois o governo não fabrica dinheiro do nada. O dinheiro sai do contribuinte, ou seja, do povo, que deveria ser o único beneficiado no processo, que deveria ser bem informado e deveria ter, sempre às claras, toda transparência merecida durante este tipo de processo.


Claro que, como foi a CODEVASF a responsável pela execução dessas obras, com o direcionamento do Deputado Elmar Nascimento, aguardamos ansiosamente um release institucional, para que nós da imprensa possamos publicar o que fora anunciado anteriormente: “um investimento com recursos oriundos do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio de Termo de Execução Descentralizada (TED), e benefício para, aproximadamente, 151 mil pessoas”, nas palavras do Diretor-Presidente da CODEVASF, em Juazeiro, no dia 17 de setembro passado.





Fonte: Redação Cartaz da Cidade


Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087