PCDF prende marido de Sara Winter soltando fogos perto da Colmeia

Atualizado: Jun 18


A ativista foi transferida nesta tarde da Superintendência da PF para a Penitenciária Feminina do Gama


O marido da bolsonarista Sara Winter e outros dois homens foram detidos na tarde desta quarta-feira (17) por soltarem fogos em frente à Penitenciária Feminina do Gama, a Colmeia.


A ativista estava detida na sede da Polícia Federal (PF) desde segunda-feira (15), como parte do inquérito das fake news. Ela é acusada de ameaçar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes, responsável pelo inquérito.

Ela havia sido transferida da Superintendência da PF para a Colmeia por volta das 15h30 desta quarta.


O companheiro de Sara, que ainda não teve o nome revelado e os outros homens que o acompanhavam foram conduzidos para a 20ª Delegacia de Polícia (Gama).


Isolada

Segundo fontes policiais ouvidas pelo site Metrópoles, Sara Winter não ficará misturada com a massa carcerária para evitar qualquer tipo de instabilidade dentro da unidade prisional.


A ativista ocupará uma cela individual e também tomará banho de sol em separado no pátio da prisão. As medidas foram tomadas em razão da grande exposição na mídia que a líder do grupo 300 do Brasil ganhou nos últimos meses.


“Queremos evitar qualquer tipo de problema envolvendo ideologia política dentro da unidade”, disse a fonte ouvida pela reportagem.



Fonte: Metrópoles

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087