PF investiga pagamento de propina da Odebrecht a ex-ministros do PT.


A PF (Polícia Federal) iniciou na manhã desta quarta-feira (21) a 63ª fase da operação Lava Jato, que investiga pagamento de propina a dois ex-ministros de governos do PT (Partido dos Trabalhadores) por parte da Odebrecht. Os envolvidos eram identificados como “Italiano” e “Pós-Itália”.


Em depoimentos, executivos da Odebrecht disseram que o codinome "Italiano" se referia a Antônio Palocci e "Pós-Itália" a Guido Mantega.  


As autoridades cumprem dois mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão em São Paulo e na Bahia. Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba-PR. 

Além dos mandados, a Justiça também determinou o bloqueio de ativos financeiros dos investigados no valor de R$ 555 milhões.


Segundo o MPF (Ministério Público Federal) no Paraná, os investigados são Maurício Ferro e Nilton Serson. Bernardo Gradin, ex-presidente da Brasken, também é alvo de buscas.




Fonte: R7

Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087