Presidio de Juazeiro é parcialmente interditado, após decisão da Justiça.





O complexo de Juazeiro, no Norte da Bahia, teve o pedido de interdição decretado pela Justiça do Estado, através do Juiz Roberto Paranhos da Vara de execuções Penais, após vistorias realizadas no local constatarem superlotação. Caso já ocorrido no ano de 2014.


O presídio que tem capacidade para 756 presidiários, atualmente aloja cerca de 1300 presos, recebendo detentos de várias cidades da região o que acaba ocasionando a superlotação.


Com a determinação, ficará suspenso o recebimento de novos presos provisórios pelo prazo de 60 dias e presos condenados a regime fechado pelo prazo de 30 dias.


O complexo penal de Juazeiro é administrado pela empresa Reviver, mas é de responsabilidade da Secretaria Estadual de Administração Penitenciaria e Ressocialização.




Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro-BA, 48904-087