Professores da rede municipal de ensino fazem carta à população relatando a injustiça da Prefeitura.

Atualizado: 6 de Dez de 2019



Professores da rede municipal de ensino de Juazeiro, insatisfeitos com o tratamento desigual que vem recebendo da Prefeitura de Juazeiro, escreveram, nesta quarta (05), uma carta a todo povo juazeirense para divulgar os problemas que vem acontecendo na educação municipal.


Segue a carta cedida ao Cartaz da Cidade com as informações e os 70 professores que assinaram.


"Povo de Juazeiro,


Nós somos um grupo de professores, entre as centenas de contratados que atualmente prestam serviço a prefeitura, que decidiu escrever esta carta para que a população tome conhecimento dos bastidores da educação no município.


Sabemos que a quantidade de trabalho e responsabilidades inerentes a profissão do professor dificilmente é paga com um salário justo, mesmo assim o cumprimento dessa missão nunca foi comprometido por isso.


A cada dia os profissionais da nossa cidade superam as dificuldades com a mesma categoria que superam as expectativas, o resultado disso é a elevação do status educacional do município, cumprindo prazos e conquistando cada meta estabelecida. Nós trabalhamos incansavelmente todos os dias, dentro e fora da escola, para que o seu filho tenha a melhor educação possível. A cada propaganda postada nas redes sociais, o prefeito comemora os resultados que nós tornamos possíveis. No entanto, apesar do ótimo desempenho que nós temos apresentado, não somos respeitados.


Um professor contratado recebe seu último salário em dezembro e só receberá novamente no último dia do mês de março. A prefeitura não paga as férias totais ou proporcionais a nenhum professor que seja contratado. São quase noventa dias sem dinheiro, causando um caos financeiro na vida de pais e mães que dependem desse salário para sustentar suas famílias.


Não se faz educação de qualidade dando tratamentos diferentes a profissionais que executam a mesma função. Contratados e concursados tem a mesma responsabilidade em sala de aula, mas tem reconhecimentos distintos. Não queremos recompensa, queremos a dignidade de ter nossos direitos respeitados.


Certos do nosso valor e da importância do nosso trabalho para o sucesso da educação tão comemorado por Paulo Bomfim, encaminhamos uma carta a Secretaria de Educação, cobrando providências e, enquanto não recebemos resposta, decidimos iniciar os trâmites legais para a criação de uma associação que representará os trabalhadores da área de educação, amplificando assim a nossa voz.


Convocamos a população juazeirense na busca de justiça em defesa da educação de qualidade, que não pode ser feita desvalorizando uma categoria de profissionais apenas porque tem o vínculo empregatício diferente dos demais.


"... as únicas palavras que contam são as pronunciadas, tendo em vista a verdade e não o resultado."

(Louis Lavelle)


Aproveitamos para prestar nossa solidariedade e dizer que nossas orações estão com o professor Aguinaldo que sofreu um acidente recentemente com sua esposa. Que Deus na sua infinita bondade e misericórdia reestabeleça a saúde de ambos. Força professor.


  • 1. Cléber Souza de Jesus

  • 2. Sheila de Sousa Santana

  • 3. Deive Rose Barros Miranda

  • 4. Josyanne da Silva Borges

  • 5. Alex Santos Fonseca

  • 6. Vagno de oliveira santos

  • 7. Maria Ivoneide Maximiano Silva

  • 8. Sylvane Mary Brandão de Oliveira

  • 9. Elizete Pinheiro de Souza

  • 10. Marcos Roberto Sousa

  • 11. Edvan da Silva

  • 12. Juliana Brito Ferreira Araújo

  • 13. Dirlea Ferreira da Silva Souza

  • 14. Adicleia Ferreira dos Santos

  • 15. Mara Suely dos Santos Rocha

  • 16. Maria Aguinalda de Sousa Carvalho

  • 17. Lindonete Nascimento Jatobá

  • 18. Amélia Maria dos Santos Silva

  • 19. Elisângela Pereira Ferreira

  • 20. Maria Josiene Dantas Oliveira

  • 21. Ana Cristina F. e França

  • 22. Marlice Gomes Martins

  • 23. Daniela dos Santos Barbosa

  • 24. Daniela Caetano Ribeiro

  • 25. Thatiane de Souza Medrado

  • 26. Sandra Cristina Cavalcanti Reis da Rocha Albuquerque

  • 27. Rosiana Barros Miranda

  • 28. Marcelo Catarino da Silva

  • 29. Maria do Socorro

  • 30. Luzivania Hermelinda Silva Feitosa

  • 31. Marivalda Nely Braga

  • 32. Olga Ribeiro de Souza Amâncio

  • 33. Laize Borges dos Santos

  • 34. Francinete Silva da Cruz Carvalho

  • 35. Geisa Emanuela de Oliveira Barbosa

  • 36. Elania Ferreira da Silva

  • 37. Adinalva Lopes Ferreira

  • 38. Maria das Graças Alves Ferreira

  • 39. Cleidevania Ribeiro Amorim

  • 40. Andressa Machado dos Santos

  • 41. Aline Lima Gonçalves

  • 42. Girlene do Nascimento Paixão

  • 43. Alice Macedo de Sousa Reis

  • 44. Cleonice da Conceição Ferreira Souza

  • 45. Simone Pereira da Paixão Barros

  • 46. Damiana Alves Nascimento

  • 47. Elton Carvalho Ribeiro

  • 48. Elton Hermano Rodrigues dos Santos

  • 49. Roselita de Souza Silva

  • 50. Íris Neila Rodrigues Conceição da Silva

  • 51. Deusimar Gonçalves da Costa Santos

  • 52. Jane

  • 53. Andreia Nunes da Silva Soares

  • 54. Simone Maria Lustosa Lopes

  • 55. Iara Islândia Silva Sandes

  • 56. Rosenaide Alves de Oliveira Silva

  • 57. Andrilia da Silva Souza

  • 58. Andréa Dias Ribeiro

  • 59. Maiara Cristina Pereira da Silva

  • 60. Mariana Nery de Araújo

  • 61. Silvana Dias da Silva

  • 62. Kessia Nayara Santos Barbosa

  • 63. Meirinalda Barbosa de Souza

  • 64. Marcos Roberto Sousa e Silva

  • 65. Quezia Rangel da Cunha

  • 66. Bruna Alane Andrade Zoraski

  • 67. José Edilson de Amorim

  • 68. Maria Joana da Silva Teodósio

  • 69. Maria Edna de oliveira

  • 70. Kelly Cristina Herculano Moraes





Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087