Profissionais da Rede Pública de Ensino realizam ato público no Centro de Juazeiro, nesta sexta.



Os profissionais são contra a municipalização de três escolas estaduais, em Juazeiro

Na manhã desta sexta (03), profissionais da Rede Pública de Ensino realizaram uma assembléia na APLB para discutir a respeito da municipalização de três escolas estaduais, em Juazeiro. São eles o Colégio Estadual Dom Avelar Brandão Vilela, no João Paulo II, o Colégio Estadual Helena Celestino Magalhães, no Castelo Branco, e o Colégio Estadual Professor Pedro Raimundo Rodrigues Rego, em Piranga


De acordo com a proposta do Governo do Estado, as escolas que estão em funcionamento e fazendo matrículas, serão entregues ao município que deverá assumir os alunos do ensino fundamental II. entretanto, os alunos já matriculados nessas unidades e os professores deverão ser remanejados para outras escolas que pertencem a rede estadual.


Os profissionais se posicionam contra a decisão de municipalização das escolas e a insatisfação só aumenta pelo fato de não terem nenhum posicionamento da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) de Juazeiro.


O prefeito Paulo Bomfim assumiu compromisso conosco ao final de 2018 de que só receberia as escolas depois de conversar com os professores o que nunca aconteceu”, afirmou Gilmar Nery, representante da APLB, durante um programa de rádio.


Após a assembléia na APLB, os profissionais seguem em caminhada para um ato público em frente à sede do NTE-10 (Núcleo Territorial de Educação) e em seguida dirigem-se ao Paço Municipal.






Siga-nos em nossas redes sociais

  • Facebook - Grey Circle
  • Twitter - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Notícia

Desenvolvido por

© 2018-2019. Todos os direitos reservados.

CaJú Publicidade Ltda

CNPJ: 21.107.640/0001-75

Marca_CaJú_PNG.png

Av. Flaviano Guimarães, 333, Cajueiro, Juazeiro - Bahia - Brasil 48904-087